Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31606
Título: Escola! Cuidado crianças : o cotidiano escolar e as (im)possibilidades de educação libertadora
Autor(es): Souza, José Messias Eiterer
Orientador(es): Tunes, Elizabeth
Assunto: Arendt, Hannah, 1906-1975 - crítica e interpretação
Escola
Humanismo
Liberdade
Freire, Paulo, 1921-1997 - crítica e interpretação
Educação libertadora
Data de publicação: 10-Abr-2018
Data de defesa: 14-Dez-2017
Referência: SOUZA, José Messias Eiterer. Escola! Cuidado crianças: o cotidiano escolar e as (im)possibilidades de educação libertadora. 2017. xv, 210 f., il. Tese (Doutorado em Educação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Esta tese investiga as possibilidades e as impossibilidades do estabelecimento de princípios de educação libertadora em escolas brasileiras e tem como ponto de partida as concepções de Paulo Freire acerca da educação libertadora em oposição à educação bancária. Adota como referencial para análise o conceito de Liberdade explicitado por Hannah Arendt, além das concepções relativas a tal conceito enunciadas por Vilém Flusser e Martin Buber, dos quais são retirados, também, elementos para análise da configuração social contemporânea em face da desumanização das relações consequente ao modo de produção capitalista. Apresenta um registro da evolução histórica e social da instituição escolar, desde sua gênese na Grécia antiga, passando pelo advento de sua conformação contemporânea no período de transição entre a Alta Idade Média e a Baixa Idade Média, por sua chegada às terras brasileiras e sua evolução neste país ao longo dos séculos, até a configuração atual da escola brasileira. Na parte empírica da pesquisa são descritas duas escolas da rede pública de ensino da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal, nas quais a coleta de dados foi realizada durante o período do ano letivo de 2016, com uso intenso de observações livres, entrevistas semiestruturadas ou livres, análise documental e, também, por meio de completamento de frases. Dos dados levantados emergiram cinco categorias de análise: finalidade, comportamento, alternativas, violência e burocracia, esta como um apêndice da categoria violência. Com isso é apresentada uma análise das concepções comuns de escolarização que têm estudantes e docentes e com as quais são desenvolvidas relações no ambiente escolar. É relatado, então, o quadro de opressão comum em escolas e são apontadas alternativas com vistas à superação de sua atual configuração, no sentido de permitir às novas gerações o enfrentamento das dificuldades associadas à atual sociedade da informação.
Abstract: This thesis investigates the possibilities and impossibilities of establishing principles of liberating education in Brazilian schools and it has, as its starting point, the conceptions of Paulo Freire about liberating education as opposed to banking education. It adopts the concept of Freedom explicited by Hannah Arendt as reference for the analysis, in addition to the related conceptions enunciated by Vilém Flusser and Martin Buber, from which it also derives elements for analysing contemporary social configuration in the face of the dehumanization of relations caused by the capitalist mode of production. It registers the historical and social evolution of the school, from its genesis in ancient Greece, through the advent of its contemporaneous conformation during the transition period between the High Middle Ages and the Late Middle Ages, and through its arrival in Brazil and its evolution in this country over the centuries, to the current configuration of the Brazilian school. The empirical part of the research describes two public schools belonging to the State Department of Education of Distrito Federal. The data collection was carried out in these schools during the period of the academic year of 2016, with intense use of free observations, semi-structured interviews and free interviews, documentary analysis and, also, by completing sentences. From the collected data, five categories of analysis emerged: purpose, behavior, alternatives, violence and bureaucracy, the last one as an appendage of the category titled violence. This has provided a analysis of the common conceptions of schooling that students and teachers share and based on which relationships are developed in the school environment. A picture of common oppression in schools is then reported and alternatives are suggested, in order to overcome its current configuration so as to allow/help the new generations to cope with the difficulties associated d with the current information society.
Informações adicionais: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:FE - Doutorado em Educação (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_JoséMessiasEitererSouza.pdf1,59 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.