Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31585
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_NúbiaBatistadaSilva.pdf6,23 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Identidades, vozes e presenças indígenas na Universidade de Brasília sob a ótica da Análise de discurso crítica
Autor(es): Silva, Núbia Batista da
Tupinambá, Nubiã
Orientador(es): Dias, Juliana de Freitas
Assunto: Discurso e identidade
Índios - educação
Análise crítica do discurso
Permanência escolar
Índios Tupinambá
Data de publicação: 9-Abr-2018
Referência: SILVA, Núbia Batista da. Identidades, vozes e presenças indígenas na Universidade de Brasília sob a ótica da Análise de discurso crítica. 2017. 133 f., il. Dissertação (Mestrado em Linguística)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Nesta pesquisa investigo os processos sociais e discursivos da presença de estudantes indígenas na Universidade de Brasília- UnB, cujo título é “Identidades, vozes e presenças indígenas na UnB: sob a ótica da Análise de discurso crítica”. Apresento, neste trabalho, um estudo fundamentado na Análise de Discurso Crítica em diálogo com meu povo Tupinambá e a cosmovisão de meus parentes e trato, entre outros aspectos, sobre a discrepância entre a política de acesso dos estudantes indígenas à UnB (desde 2004) e a política efetiva, com suas lacunas, voltada para a permanência desses alunos na universidade. Para compor um tema relevante na agenda de pesquisa em Análise de Discurso Crítica, escolho como possível problema social e discursivo, as dificuldades vivenciadas pelos estudantes indígenas na Universidade. Essas dificuldades podem estar relacionadas à invisibilidade dessa presença indígena na graduação e na pós-graduação, somadas às várias formas de discriminações vividas nos espaços acadêmicos, como foi constatado em estudo piloto com esses estudantes em reuniões da Maloca. Minha pesquisa busca investigar conflitos identitários, relativos à esfera de poder, das diferenças e exclusões, para compreender como essas tensões e crises são construídas na via discursiva, as implicações e relações dos discursos com as práticas sociais e, principalmente, busco contribuir para este debate em termos de mudança dessa realidade social. Evidencio, nesta pesquisa qualitativa de base etnográfica crítica, a interação que se dará na compreensão do processo de construção de troca de saberes e conhecimentos que se percebe no percurso, e que são tecidas em redes sociais, políticas e econômicas, no contra ponto da hegemonia estabelecida pelos não indígenas. As análises realizadas apontam para passos possíveis nas práticas discursivas e sociais das vivências acadêmicas, tendo uma consciência linguística crítica como uma ponte capaz de estabelecer a troca, como diz o Mestre Paulo Freire (1987, p. 45), “diálogo é uma exigência existencial. E, se é um encontro que se solidariza o refletir e o agir de seus sujeitos endereçados ao mundo a ser transformado e humanizado, não pode se reduzir-se a um ato de depositar ideias de um sujeito no outro, nem tão pouco tornar-se simples troca, das ideias a serem consumidas pelos permutantes”.
Abstract: In this research I investigate the discursive social processes of the presence of indigenous students at the University of Brasília - UnB. Its title is: "Identities, voices and indigenous presence in UnB: from the perspective of Critical Discourse Analysis". In this work, I present a study based on Critical Discourse Analysis in dialogue with my Tupinambá people and the cosmovision of my relatives and, among other aspects, on the discrepancy between the access policy of indigenous students to UnB (since 2004) and the effective policy, with its gaps, focused on the permanence of these students in the university. To compose a relevant topic in the research agenda in Critical Discourse Analysis, I choose as a possible social and discursive problem the difficulties experienced by the indigenous students in the University. These difficulties may be related to the invisibility of this indigenous presence in undergraduate and postgraduate studies, in addition to the various forms of discrimination experienced in academic spaces, as was verified in a pilot study with these students at Maloca meetings. My research seeks to investigate identity conflicts, concerning the sphere of power, differences and exclusions, to understand how these tensions and crises are built in the discursive way, the implications and relations of discourses with social practices and, mainly, I seek to contribute to this debate in terms of changing this social reality. I highlight, in this qualitative research based on critical and documentary ethnography, the interaction that will happen while comprehending the process of constructing the exchange of wisdom and knowledge that is perceived along the way, and which are woven into social, political and economic networks, of hegemony established by non-Indians. The analyzes carried out point to possible steps in the discursive and social practices of academic experiences, having a critical linguistic awareness as a bridge capable of establishing the exchange, as Mestre Paulo Freire (1987, p. 45) says, "dialogue is an existential requirement. And if it is an encounter that reflects the solidarity and the action of its subjects addressed to the world to be transformed and humanized, it can not be reduced to an act of depositing ideas of one subject in the other, nor becoming simple exchange, of the ideas to be consumed by the exchangers. "
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:LIP - Mestrado em Linguística (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.