Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31561
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_MartaIngrithMolinaCabrera.pdf4,52 MBAdobe PDFView/Open
Title: Migrações e impasses no acesso à saúde : traduzir-se é preciso
Authors: Molina Cabrera, Marta Ingrith
Orientador(es):: Gorovitz, Sabine
Assunto:: Migrantes
Tradução
Glossário
Issue Date: 3-Apr-2018
Citation: MOLINA CABRERA, Marta Ingrith. Migrações e impasses no acesso à saúde: traduzir-se é preciso.  2017. 137 f., il. Dissertação (Mestrado em Estudos da Tradução)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: Esta dissertação resulta de uma pesquisa de natureza socioterminológica e tem por objetivo descrever e analisar as dificuldades, linguísticas, que migrantes hispanos enfrentam no momento de relatar suas dores em consulta junto a profissionais de saúde brasileiros. Portanto, a pesquisa teve dois momentos: identificação das dificuldades linguísticas relativas ao relato da dor no nível léxico e semântico; proposta de glossário com o objetivo de auxiliar os migrantes hispanos nas escolhas lexicais relativas aos sintomas da dor. Nesse sentido, tendo como pano de fundo a complexidade dos atuais movimentos migratórios, parte-se do pressuposto de que a língua perpassa e significa toda a experiência do migrante, experiência esta carregada de significações culturais e simbólicas. Se por um lado os estudos sobre tradução e intercompreensão fornecem o embasamento teórico para as reflexões acerca dos caminhos possíveis para estabelecer um diálogo entre o migrante e o médico nativo, a abordagem socioterminológica respalda a análise dos termos qualificativos da dor. Seguindo uma abordagem qualitativa, a pesquisa se realiza na Universidade de Brasília – Campus Darcy Ribeiro, junto a um grupo de estudantes hispanos de pós-graduação mediante entrevista semiestruturada e aplicação de um questionário com léxico especializado sobre a dor para, através desses dois instrumentos de pesquisa, avaliar a natureza das dificuldades linguísticas enfrentadas por eles e extrair os termos sobre a dor selecionados pelos entrevistados. Através de suas narrativas, explicitam-se e problematizam-se as dificuldades linguísticas vivenciadas nos centros de atenção à saúde de Brasília, com o intuito de abrir um espaço de reflexão sobre os caminhos possíveis para transpor a fronteira simbólica da língua. Considerando o caráter de especialidade ligado à área da saúde e a participação de duas línguas, o português brasileiro e o espanhol, especialmente latino-americano, foi realizada uma pesquisa terminológica bilíngue acerca de termos da área da saúde. Sob a luz dos pressupostos teóricos da socioterminologia, analisam-se os termos selecionados pelos próprios falantes, para compor nosso Glossário bilíngue de termos sobre a dor: Traduzir-se é preciso. Esse produto final deixa em evidência que a proximidade das línguas aqui analisadas pode ser uma faca de dois gumes. Se por um lado essa proximidade favorece a intercompreensão, por outro, dificulta a comunicação clara e precisa necessária a um diagnóstico médico acertado, pois os falsos cognatos podem representar armadilhas no processo de se traduzir.
Abstract: This thesis results from a socioterminological research. It aims to describe and analyze the linguistic difficulties that Hispanic migrants face when reporting their pain in a medical appointment for Brazilian health professionals. Therefore, the research was carried out in two moments: identification of linguistic difficulties related to the report of pain at lexical and semantic level; proposal of a glossary with goal of assisting Hispanic migrants in their lexical choices related to pain symptoms. Thus, based on the complexity of the current migratory movements, it assumed that the language spans and means the whole migrant experience, which is burdened with cultural and symbolic meanings. While on the one hand the Translation and Intercomprehension Studies provide the theoretical basis for the reflections on the possible ways to establish a dialogue between the migrant and the native doctor, the socioterminological approach supports the analysis of the qualifying terms of pain. This study follows a qualitative approach. It was conducted at the University of Brasília- Campus Darcy Ribeiro, together with a group of Hispanic postgraduate students through a semistructured interview and a questionnaire with specialized lexicon about pain, through these two instruments of research, to evaluate the language difficulties nature they faced and to draw out the terms about pain that were selected by them. Through their narratives, the linguistic difficulties experienced in the health care of Brasília´s centers are explained and problematized in order to reflect the possible ways to go beyond the symbolic border of the language. Considering the specialized character related to the health area and the participation of two languages, Portuguese and Spanish, especially Latin American, a bilingual terminological research on health terms was carried out. Then, in the light of theoretical socioterminology presuppositions, we analyze the terms selected by the native speakers to compose our bilingual glossary of terms about pain: Translate into is necessary. This glossary highlights the proximity of the languages analyzed can be a double-edged sword.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução, Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução, 2017.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:POSTRAD - Mestrado em Estudos de Tradução

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/31561/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.