Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31530
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_MyrllaMunizRebouças.pdf1,87 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Patativa do Assaré : poesia, canção e consciência
Autor(es): Rebouças, Myrlla Muniz
Orientador(es): Castro, Beatriz Duarte Pereira de Magalhães
Assunto: Poesia popular
Música popular
Tradição oral
Luta social
Nordeste brasileiro
Data de publicação: 28-Mar-2018
Referência: REBOUÇAS, Myrlla Muniz. Patativa do Assaré: poesia, canção e consciência. 2017. 147 f. Dissertação (Mestrado em Música)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Esta dissertação parte da ideia de que a cultura, a literatura e a música popular de feição mais tradicional, ao passarem da oralidade à escrita, podem ampliar a consciência crítica de um povo e assumir um papel transformador, em um contexto de confrontos sociais desfavoráveis. Nesse sentido, a obra do poeta, cantador e compositor Antônio Gonçalves da Silva, conhecido como Patativa do Assaré, faz essa ponte entre a oralidade e a escrita, entre o tradicional e a consciência crítica, em uma ação ética e estética permeada pela luta social, representando através de sua linguagem ora culta, ora matuta, a cultura popular, herdeira de civilizações. Suas canções foram compostas a partir de poemas com forte performance oral, marcados pelo ritmo e pela musicalidade, seja com melodias recorrentes na cantoria sertaneja, seja de autoria do próprio poeta. Diante disso, o objetivo geral é compreender em que medida a obra de Patativa do Assaré traz em si possibilidades de saltos estéticos e de consciência crítica e transformadora, representada através de sua linguagem. Para tanto, serão buscados os seguintes objetivos específicos: investigar a relação entre música e poesia na obra de Patativa do Assaré a partir da análise de canções e poemas, contextualizando-o esteticamente e musicalmente; e traçar uma abordagem crítica de sua produção, procurando ressaltar aspectos da musicalidade da poesia oral e da produção poético-musical de Patativa do Assaré, notadamente nos poemas A triste partida e Reforma agrária. Utilizar-se-á um acervo original de entrevistas com violeiros e cantadores e material de arquivo, bem como a comparação das versões cantadas por Luiz Gonzaga e a do próprio cantador executando sua obra. Será analisada a melodia e suas peculiaridades, bem como o linguajar matuto como opção estética, construindo uma identidade com a música de tradição oral e as transformações na representação da música nordestina.
Abstract: This dissertation is based on the idea that traditional culture, literature and popular music, from oral to written, can increase critical awareness and take on a transforming role in a context of social confrontation. In this sense, the work of the poet, singer and composer Antônio Gonçalves da Silva, known as Patativa do Assaré, makes this bridge between orality and writing, between traditional and critical consciousness, in an ethical and aesthetic action permeated by social struggle, representing, through his language sometimes cultured, sometimes “matuta”, the popular culture, heir of civilizations. His songs were composed of poems with strong oral performance, marked by rhythm and musicality, whether with recurrent melodies in the country singing or by the poet himself. In view of this, the general objective is to understand to what extent the work of Patativa do Assaré brings with it possibilities of aesthetic leaps and critical and transforming consciousness, representing, through his language. To do so, the following specific objectives will be sought: to investigate the relationship between music and poetry in the work of Patativa do Assaré, based on the analysis of songs and poems, contextualizing aesthetically and musically; and to draw a critical approach to his production, seeking to emphasize aspects of the musicality of oral poetry and the poetic-musical production of Patativa do Assaré, notably in the poems A triste partida and Reforma agrária. An original collection of interviews with guitar players and singers and archival material will be used, as well as the comparison of the versions sung by Luiz Gonzaga with the singer himself performing his work. The melody and its peculiarities will be analyzed, as well as the “matuta” language as an aesthetic option, constructing an identity with the music of oral tradition and the transformations in the representation of northeastern music.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Departamento de Música, Programa de Pós-Graduação Música em Contexto, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:IdA - Mestrado em Música (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.