Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31348
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_MirianHossaRambo.pdf17,34 MBAdobe PDFView/Open
Title: Na prática a teoria é outra : concepção e funcionamento de unidades de educação infantil
Authors: Rambo, Mirian Hossa
Orientador(es):: Medeiros, Valério Augusto Soares de
Assunto:: Escolas
Intervenção urbana
Espaço (Arquitetura) - planejamento urbano
Configuração espacial
Projeto arquitetônico
Issue Date: 2-Mar-2018
Citation: RAMBO, Mirian Hossa. Na prática a teoria é outra: concepção e funcionamento de unidades de educação infantil. 2017. 218 f., il. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: A concepção da escola infantil contemporânea está sujeita a exigências técnicas e recomendações pedagógicas que guiam o processo de projeto arquitetônico em função da gestão dos espaços, previsão do funcionamento e apropriação, controle dos educandos e dimensionamento dos ambientes. O arranjo e a relação entre os espaços são inerentes a estes condicionantes e diretrizes de projeto, porém apresentam-se de modo implícito e ainda elementar. Acredita-se que explorar ferramentas alternativas de projeto, associadas ao usuário e à configuração espacial, pode conduzir a uma compreensão mais abrangente e aprofundada do espaço escolar que se está projetando. Desse modo, a pesquisa objetiva explorar a dinâmica de concepção, apropriação e intervenção no espaço construído. Para tanto, o Projeto Padrão do Programa Proinfância e as respectivas revisões – Tipo B e Tipo 2 – são o estudo de caso da pesquisa, e uma amostra de sete escolas construídas no Distrito Federal – correspondentes à execução do Projeto Padrão - é verificada in loco. O planejamento e a idealização do funcionamento da escola infantil são confrontados com as experiências e demandas efetivas dos usuários a fim de avaliar o desempenho da escola infantil quanto aos Aspectos Funcionais e Geométricos. Somado a isso, a configuração espacial da escola, interpretada à luz da Teoria da Sintaxe Espacial, integra os Aspectos Topológicos sendo explorada no estudo tanto em relação ao planejamento e à concepção do edifício quanto à apropriação e às manifestações dos usuários. Três questões conduzem a leitura: (1) De que maneira os utilizadores da escola intervém no espaço construído em relação aos Aspectos Geométricos e Funcionais? (2) Em que medida estas intervenções relacionam-se com os Aspectos Topológicos (a configuração dos espaços)? (3) De que modo a sequência projeto-execução-revisões, na perspectiva das escolas do Programa Proinfância, alcança êxito na produção dos espaços escolares infantis? A pesquisa examina o espaço originalmente construído e suas modificações (reação dos ocupantes, e revisões dos projetistas), e enquadra a totalidade de dados e observações em bases comuns. Como consequência, é possível conhecer as razões e fatores condicionantes das transformações e reconhecer novas exigências. Os resultados obtidos apontam que as alterações de uso, ocupação e atributos físicos dos espaços refletem a inadequação do planejamento da escola em relação aos desejos, expectativas e demandas do utilizador final e encontram correspondência nos potenciais configuracionais e topológicos do modelo arquitetônico desenvolvido. A exploração metodológica, aplicada ao estudo de caso, identificou reincidências nas alterações, sugerindo que as inadequações do modelo padrão independem da entidade administrativa, gestão, práticas pedagógicas e localização da instituição.
Abstract: The conception of contemporary children´s school is subject to technical requirements and pedagogical recommendations which guide the architectural design process in relation to space management, prediction of functioning and appropriation, control of students and dimensioning of spaces. Both the arrangement and relation between spaces are inherent to these conditioning factors and design guidelines, however, they are presented implicitly and rather elementarily. It is believed that exploring alternative design tools, associated with both user and spatial configuration, can lead to a broader and more in-depth understanding of the school space to be designed. Therefore, the research aims to explore the dynamics of design, appropriation and intervention in the built space. To this end, the Proinfancia Program Standard Project and its revisions - Type B and Type 2 - are the case study of the research, for which a sample of seven schools built in the Federal District – corresponding to the execution of the Standard Project - is verified in loco. The planning and idealization of the children´s school operation are confronted with the experiences and effective demands of the users in order to evaluate its performance in regards to the Functional and Geometric Aspects. In addition, the school’s spatial configuration, interpreted in light of the Space Syntax Theory, integrates the Topological Aspects, being explored in the study both in relation to planning and design of the building as well as the appropriation and manifestations of the users. Three questions conduct the reading: (1) In what ways do the school users intervene in the constructed space with respect to the Geometric and Functional Aspects? (2) To what extent do these interventions relate to the Topological Aspects (the configuration of spaces)? (3) In what ways does the sequence project-execution-revisions, from the perspective of Proinfancia Program schools, succeed in producing children's school spaces? The research examines the space originally constructed and its modifications (occupants reactions and designers revisions), and establishes the total of data and observations as common bases. As a consequence, it becomes possible to cognize the reasons and factors conditioning the transformations and as well as to identify new requirements. The obtained results reveal that changes in use, occupation and physical attributes of the spaces reflect the inadequacy of the school planning in connection to the desires, expectations and demands of the end-user and that they correlate with the configurational and topological potentials of the architectural model developed. The methodological exploration, applied to the case study, has identified recurrent alterations, which suggests that the standard model’s inadequacies are not associated to its administrative entity, management, pedagogical practices and the location of the institution.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, 2017.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FAU - Mestrado em Arquitetura e Urbanismo (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/31348/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.