Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31324
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_JeanneGomesdaSilva.pdf2,35 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Como será meu futuro? Por que não me ouviram? : a invisibilidade social e a visão dos pescadores artesanais de Altamira/PA e Porto de Moz/PA em relação aos impactos, à pesca e aos pescadores, gerados pela UHE de Belo Monte
Autor(es): Silva, Jeanne Gomes da
Orientador(es): Assad, Luis Tadeu
Assunto: Rio Xingu
Pesca
Pescadores
Conflito socioambiental
Pesca - Amazônia
Comunidades ribeirinhas
Data de publicação: 28-Fev-2018
Referência: SILVA, Jeanne Gomes da. Como será meu futuro? Por que não me ouviram?: a invisibilidade social e a visão dos pescadores artesanais de Altamira/PA e Porto de Moz/PA em relação aos impactos, à pesca e aos pescadores, gerados pela UHE de Belo Monte. 2017. 99 f., il. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sustentável)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: A atividade de pesca na região amazônica, apesar de todas as dificuldades enfrentadas nas ultimas décadas, ainda pode ser considerada como sendo uma das principais atividades laborais e de geração de renda para as populações ribeirinhas. A construção da UHE de Belo Monte/PA ocasionou danos ambientais, sociais e econômicos aos pescadores artesanais que sempre tiveram forte ligação com o rio Xingu. Apesar das pressões sofridas nos rios da bacia Amazônica, como foi o caso do rio Xingu, com a construção da UHE de Belo Monte, a pesca artesanal ainda representa uma das principais atividades extrativistas, sendo fonte tanto de proteína animal quanto de renda das populações ribeirinhas. O presente trabalho foi estruturado em três capítulos e considerações finais, com objetivo de estudar a visão dos pescadores artesanais dos municípios de Altamira/PA e Porto de Moz/PA, no que diz respeito aos impactos ocasionados à pesca e às atividades pesqueiras, a partir da construção e operação da UHE de Belo Monte. Foi elaborado tendo como base o levantamento de dados primários e dados bibliográficos secundários, referentes à pesca, aos pescadores e às atividades pesqueiras na Amazônia e no rio Xingu. A coleta de dados utilizou questionários semiestruturados, observações diretas da realidade dos pescadores e conversas informais com os pescadores durante o período em que se encontravam em atividade no rio Xingu. As informações foram coletadas com pescadores dos municípios de Altamira/PA (Colônia de Pescadores de Altamira/PA Z-57 e Cooperativa dos Pescadores e Beneficiadores de Pescados de Altamira/PA Xingu Pará-COOPEBAX) e Porto de Moz/PA (Colônia de Pescadores de Porto de Moz/PA Z-64 e Associação dos Pescadores Artesanais de Porto de Moz/PA-ASPAR). Ao todo foram aplicados 43 questionários semiestruturados, sendo 16 em Altamira/PA e 27 em Porto de Moz/PA, entre novembro de 2015 e dezembro de 2016. Além de momentos de conversas informais e vivência ao longo do processo de construção da dissertação. A maior parte dos pescadores entrevistados em Altamira/PA apresentou idade entre 50 e 66 anos e quanto à escolaridade, há predominância daqueles que possuem apenas o ensino primário. Em relação aos pescadores em Porto de Moz/PA a maioria dos entrevistados apresentou idade ente 30 e 50 anos e predominou também o ensino primário. Tanto os pescadores de Altamira/PA, quanto os pescadores de Porto de Moz/PA, relatam que aumentaram os dias no rio pescando, mas com diminuição na produção. A redução das áreas de pesca e o aumento nos custos das pescarias também foram relatados. Os pescadores se mostraram preocupados com os rumos que a pesca artesanal tomará no rio Xingu, pois os conflitos aumentaram e está cada vez mais difícil à atividade de pesca comercial, de consumo e ornamental. Em um contexto geral muito já foi escrito à respeito dos impactos à pesca e aos pescadores, mas a inquietação em relação à UHE de Belo Monte permanece. Os impactos socioambientais enfrentados pelos pescadores foram evidenciados durante as entrevistas. Segundo os pescadores entrevistados em Altamira/PA e Porto de Moz/PA, praticamente nada foi realizado para amenizar os impactos decorrentes da construção e operação da UHE de Belo Monte.
Abstract: The fishing activity in the Amazon region despite all the difficulties faced in the last decades can still be considered as one of the main labor activities and of income generation for the riverside populations. The construction of the Belo Monte/PA HPP caused environmental, social and economic damages to the artisanal fishermen who always had a strong connection with the Xingu River. In spite of the pressures suffered in the rivers of the Amazon basin, as was the case of the Xingu River with the construction of the HPP of Belo Monte, artisanal fishing still represents one of the main extractive activities, being source of animal protein and income of the riverside populations. The present work was structured in three chapters and conclusions, aiming to study the vision of the artisanal fishermen of the municipalities of Altamira/PA and Porto de Moz/PA in relation to the impacts caused to the fishing and the fishing activities from the construction and operation of the UHE of Belo Monte. It was elaborated based on the collection of primary data and secondary bibliographical data referring to fishing, fishermen and fishing activities in the Amazon and Xingu River. The data collection used semi-structured questionnaires, direct observations of the fishermen's reality and informal conversations with the fishermen during the period in which they were active in the Xingu River. The information was collected with fishermen from the municipalities of Altamira/PA (Fishermen's Colony of Altamira/PA Z-57 and Cooperativa dos Pescadores e Beneficiadores de Pescados de Altamira/PA Xingu Pará-COOPEBAX) and Porto de Moz/PA Moz Z-64 and Fishermen's Association of Porto de Moz/PA-ASPAR). A total of 43 semi-structured questionnaires were applied, 16 in Altamira/PA and 27 in Porto de Moz/PA between November 2015 and December 2016. In addition to informal conversations and experiences throughout the construction of the dissertation. Most of the fishermen interviewed in Altamira/PA presented age between 50 and 66 years old and in terms of schooling the predominance of those with only primary education. In relation to fishermen in Porto de Moz/PA, the majority of the interviewees presented age between 30 and 50 years old and also the primary education. Both the fishermen of Altamira/PA and the fishermen of Porto de Moz/PA report that they increased their fishing days and decreased production. The reduction of fishing areas and the increase in fishing costs have also been reported. Fishermen were worried about the direction of artisanal fishing in the Xingu River, as conflicts increased and it became more and more difficult to engage in commercial and ornamental fishing. In a general context, much has already been written about the impacts of fishing and fishermen, but the concern about the Belo Monte HPP remains. The socioenvironmental impacts faced by fishermen were evidenced during the interviews. According to the fishermen interviewed in Altamira/PA and Porto de Moz/PA, practically nothing was done to soften the impacts resulting from the construction and operation of the Belo Monte HPP.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições:Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:CDS - Mestrado em Sustentabilidade junto a Povos e Terras Tradicionais (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.