Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31314
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_PauladeQueirozCarvalhoZimbres.pdf5,02 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Gismontipascoal : a música instrumental brasileira como releitura pós-moderna do ideal modernista
Autor(es): Zimbres, Paula de Queiroz Carvalho
Orientador(es): Mendes, Sérgio Nogueira
Assunto: Música instrumental
Música popular
Modernismo
Cultura brasileira
Data de publicação: 27-Fev-2018
Referência: ZIMBRES, Paula De Queiroz Carvalho. Gismontipascoal: a música instrumental brasileira como releitura pós-moderna do ideal modernista. 2017. 124 f., il. Dissertação (Mestrado em Música)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Egberto Gismonti e Hermeto Pascoal são dois representantes da música instrumental brasileira cujas obras apresentam notáveis paralelos, a ponto de serem costumeiramente vistos como uma díade inseparável (a exemplo de Mozart/Beethoven, Mário de Andrade/Oswald de Andrade, Beatles/Rolling Stones), unidos tanto pelas compatibilidades entre suas linguagens quanto pelos contrastes entre suas personalidades e visões de mundo. Ambos são considerados fundadores de uma certa linhagem, dentro do gênero, que “problematiza a separação entre erudito e popular” (TRAVASSOS, 2000, p. 7) e que renegocia as questões cruciais enfrentadas pela cultura brasileira pelo menos desde o início do século XX. A partir da proposta de Santuza Naves, de que a música popular urbana do século XX retomou e concretizou certos ideais lançados pelo movimento modernista, esta dissertação pretende investigar como os dois compositores lidam com o problema da “música nacional” conforme proposto por teóricos e pensadores modernistas (notadamente Mário de Andrade), porém de um ponto de vista caracteristicamente pós-moderno, no sentido proposto por autores como Andreas Huyssen: não um rompimento com o modernismo, mas sim um repensar de suas propostas em um contexto multicultural, em que as tradicionais fronteiras entre níveis culturais não podem mais ser vigiadas e em que a noção linear de progresso civilizatório “unanimista” ou universalizante é substituída por uma verdadeira polifonia identitária (onde não há história, mas histórias). Pretende-se, assim, identificar que imagem de país se reflete nessa música, e como ela negocia as tensões inerentes à cultura brasileira.
Abstract: Egberto Gismonti and Hermeto Pascoal are two representatives of Brazilian instrumental music (or Brazilian jazz) whose works are remarkably parallel, to the extent that they are usually seen as an inseparable dyad (like Mozart/Beethoven, Mário de Andrade/Oswald de Andrade, Beatles/Rolling Stones), brought together both by the compatibility of their languages and by the contrasts between their personalities and world views. Both are considered the founders of a certain lineage, within the genre, that “problematizes the division between classical and popular” (TRAVASSOS, 2000, p. 7) and that renegotiates the crucial issues faced by Brazilian culture at least since the early 20th century. Based upon the concepts of anthropologist Santuza Naves, who argues that Brazilian urban popular music of the 20th century reassessed and fulfilled certain of the ideals of the modernist movement, this dissertation aims at investigating how the two composers deal with the issue of “national music” as proposed by modernist scholars and thinkers (notably Mário de Andrade), but from a characteristically post-modern point of view, in the sense used by authors such as Andreas Huyssen: not a break with modernism, but rather a rethinking of its proposals within a multicultural context, in which the traditional boundaries between cultural levels can no longer be guarded and the linear notion of “unanimist” or universalizing civilizatory progress is replaced by a true polyphony of identities (where there are histories rather than history). Thus, we intend to identify what image of the country is reflected in this music, and how it negotiates the tensions inherent in Brazilian culture.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Departamento de Música, Programa de Pós-Graduação Música em Contexto, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Aparece nas coleções:IdA - Mestrado em Música (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.