Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31313
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_JorgeAndréSevillisAlmeida.pdf3,82 MBAdobe PDFView/Open
Title: A Universidade de Brasília é promotora de saúde? : a percepção dos alunos dos cursos da saúde
Authors: Almeida, Jorge André Sevillis
Orientador(es):: Nogueira, Júlia Aparecida Devidé
Coorientador(es):: Vianna, Lauro Casqueiro
Assunto:: Universidade de Brasília
Promoção da saúde
Políticas de saúde
Issue Date: 27-Feb-2018
Citation: ALMEIDA, Jorge André Sevillis. A Universidade de Brasília é promotora de saúde?: a percepção dos alunos dos cursos da saúde. 2017. xiv, 185 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação Física)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: A Promoção de Saúde pode ser entendida como o processo por meio do qual se implantam políticas integradas e intersetoriais voltadas para tornar o indivíduo participante da construção da própria saúde. Uma Universidade Promotora de Saúde (UPS) nada mais é do que uma instituição de ensino superior que aplica os princípios de Promoção de Saúde em suas ações. O movimento das UPS vem ganhando força no mundo, mas o Brasil ainda não possui uma rede nacional. Pensando nisso, o presente estudo procurou explorar as potencialidades da Universidade de Brasília (UnB) como UPS a partir do olhar de alunos dos cursos da saúde. Como instrumento, utilizou-se um questionário elaborado com base no Guía para Autoevaluación y Reconocimiento de Instituciones de Ensino Superior Promotoras de la Salud, elaborado pela Rede Chilena de UPS em 2013, composto por 60 questões divididas em 18 componentes e quatro áreas. Participaram 439 alunos de sete cursos da saúde. Resultados foram expressos em frequência e medidas de tendência central; com associações sendo calculadas por correlação de Pearson e Regressão Logística. Resultados mostram que 62% dos alunos da saúde consideram que a UnB promove, em alguma medida (SIM ou EM PARTE), a saúde. Quanto às áreas, temos que a UnB se saiu melhor na área de Gestão Institucional enquanto foi pior nos Estilos de Vida. Os componentes Vínculos com o meio e Aspectos Curriculares foram os que mostraram os melhores resultados e os componentes Fatores protetores psicossociais, Atividade física e Prevenção do consumo de tabaco, álcool e outras drogas mostraram os piores. Análises de regressão logística indicaram que indivíduos do sexo feminino, da Classe C, D e E, concluintes dos cursos e mais velhos tenderam a percepções mais negativas gerando questões quanto à influência dos determinantes sociais da sáude nesses resultados. Cursos e Faculdades também apresentaram padrões de respostas diferentes, com a Faculdade de Ciências da Saúde (FS) e os cursos de Saúde Coletiva e Ciências farmacêuticas apresentando respostas mais positivas. É importante que se busque compreender os aspectos envolvidos na percepção mais positiva entre esses alunos para que a UnB possa ampliar as boas práticas em toda a instituição. É provável que os currículos dos cursos e o programa FS Promotora de Saúde estejam transformando a realidade e o olhar dos alunos tornando-os mais favoráveis à saúde. Novos estudos sobre o tema devem ser desenvolvidos no Brasil, principalmente visando fortalecer o movimento na América Latina.
Abstract: Health Promotion (HP) can be understood as the process by which integrated and intersectoral policies are implemented in order to turn an individual participant of the building of his own health. A Health Promoting University (HPU) is nothing more than a higher education institution that applies the principles of HP in its actions. The movement of HPU have been gaining strength worldwide, but Brazil does not have a national network yet. Thinking about this, the present study meant to estimate the potential of the University of Brasília (UnB) as HPU from the perspective of students of the health courses. As method, the present study used a questionnaire elaborated based on the Guía para Autoevaluación y Reconocimiento de Instituciones de Ensino Superior Promotoras de la Salud, elaborated in the Chilean Network of HPU in 2013, composed of sixty questions divided by 18 components and four areas. The sample was composed by 439 students . Results were expressed in frequency and central tendency measures, as well as analysis of association with Pearson's correlation and Logistic Regression with Wald test. 439 students answered the questionnaire. As a result, 62% of the health students considered that UnB promotes health somewhat (YES or IN PART). When analyzed by areas, the UnB was better in Institutional management and worse in life styles. The components Enviroment linkages and Curricular Aspects had better results while Psicosocial protector factors, Physical activity and Preventinon from the comsumption of Tabaco, alcohol and other drugs had the worse results. Logistic regression analyzis indicate that females, from classes C, D or E, in the end of the course and older individuals had the most negatives perceptions, gerenating questions related to social determinants of health. Faculties and courses presented diferent patterns of answer, with Health Sciences Faculty and courses of Collective Health and Pharmacy presenting the most positive answers. That is important to understand the aspects of positive perceptions in these students in order to amplify the good practices in all the institution. That is probable that curriculum of courses and the FS Promotora de Saúde program are changing the reality and the perception of students, truning them more favorable to health. New researches about the theme must be developed in Brazil, mostly seeking to strength the movement inside Latin America.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, 2017.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:FEF - Mestrado em Educação Física (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/31313/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.