Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31178
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_BárbaraCristinadosSantosFigueira.pdf4,27 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Antígona e a Ditadura Militar : a experiência e o diálogo cênico-trágico na montagem do Coletivo Calcanhar de Aquiles
Autor(es): Figueira, Bárbara Cristina dos Santos
Orientador(es): Gomes, André Luís
Assunto: Ditadura militar - Brasil
Teatro político
Teatro grego
Teatro (Literatura) - história e crítica
Data de publicação: 7-Fev-2018
Referência: FIGUEIRA, Bárbara Cristina dos Santos. Antígona e a Ditadura Militar: a experiência e o diálogo cênico-trágico na montagem do Coletivo Calcanhar de Aquiles. 2017. 189 f., il. Dissertação (Mestrado em Literatura)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: O presente estudo propõe uma investigação teórica acerca da obra Antígona, de Sófocles, vinculada à montagem teatral homônima do Coletivo Calcanhar de Aquiles, realizada na Universidade de Brasília no ano de 2014. Na busca pela atualização do debate expresso na tragédia de Sófocles, o Coletivo optou pelo desenvolvimento de reflexões acerca de nosso passado recente, conectando o enredo da peça ao período da Ditadura Militar Brasileira. As questões suscitadas pelo clássico grego pareceram bastante pertinentes ao objetivo de investigar o percurso e as bases ideológicas que permitiram a continuidade da estrutura ditatorial aos dias de hoje e, diante disso, investir no estudo crítico da Literatura e do Teatro. A partir desse propósito, empreenderemos uma análise da tragédia Antígona, de Sófocles, mediada pela montagem do Coletivo Calcanhar de Aquiles e filiada à busca pela compreensão do tempo presente. Acreditamos que, mesmo na morte, Antígona vence o adversário, pois o sentido de sua luta se sobressai. Por meio do presente estudo afirmamos que Antígona, além de um dos mais belos questionamentos acerca dos limites do poder, converteu-se para sempre em um símbolo da liberdade de se agir contra o Estado (ROSENFELD, 2009), chegando até nós como o monumento da cultura ocidental que melhor apresenta as questões acerca da liberdade do sujeito de rebelar-se contra as estruturas que o oprimem. Nisto reside sua assombrosa atualidade.
Abstract: The present study proposes a theoretical investigation about the literary work Sophocles’ Antigone (Antígona de Sófocles) linked to the homonymous theatrical play of the Coletivo Calcanhar de Aquiles, held at the University of Brasilia in the year 2014. In order to update the debate about the tragedy of Sophocles, the Coletivo opted to develop reflections about our recent past, connecting the plot of the play to the period of the Brazilian Military Dictatorship. The questions raised by this Greek’s classic seemed quite pertinent to the goal of investigating the course and the ideological bases that allowed the permanency of the dictatorial structure to the present day and, therefore, to invest in the critical study of Literature and Theater. With this purpose, it will be undertake an analysis of the Antigone, Sophocles' tragedy, mediated by the theatrical production of the Coletivo Calcanhar de Aquiles and dedicated to the search for understanding the present time. We believe that even in death Antigone defeats the adversary, because the sense of her struggle stands out. Throughout the present study we affirm that Antigone, is not only one of the most beautiful questioning about the limits of power, but also has forever become a symbol of the freedom to act against the State (ROSENFELD, 2009), arriving to us as the Western culture piece that best poses questions about the subject's freedom to rebel against the structures that oppress him. Here in lies his astounding contemporaneity.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Teoria Literária e Literaturas, Programa de Pós-Graduação em Literatura, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:TEL - Mestrado em Literatura (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.