Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31132
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_LayradeSousaCruzSarmento.pdf1,17 MBAdobe PDFView/Open
Title: A força do fraco : a astúcia como estratégia de desorganização dos jogos de poder no sertão nordestino
Other Titles: The strength of the weak : cunning as a strategy of the power games disorganization in the northeastern wilderness (or sertão)
Authors: Sarmento, Layra de Sousa Cruz
Orientador(es):: Faria, Daniel Barbosa Andrade de
Assunto:: Imaginário
Sertão
Literatura de cordel
Issue Date: 1-Jan-2018
Citation: SARMENTO, Layra de Sousa Cruz. A força do fraco: a astúcia como estratégia de desorganização dos jogos de poder no sertão nordestino. 2017. 124 f., il. Dissertação (Mestrado em História)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: O presente trabalho é o resultado de uma pesquisa a respeito de, como o Imaginário da sociedade sertaneja das décadas de 1930-1950, produz realidades e reproduz experiências vividas pelos sertanejos. A astúcia ou o quengo fino são as estratégias de sobrevivência utilizadas pelas categorias oprimidas, a fim de desorganizar os jogos de poder e opressão, determinados pelos detentores do poder. A partir das pelejas travadas entre diversos tipos sociais sertanejos versus o Diabo, conseguimos reconhecer valores, sensibilidades, posturas, cultura, sentimentos e significados de mundo importantes ao sertanejo nordestino. Tais axiomas são formatadores e construtores de cenários históricos específicos. Acessar esse imaginário tão profícuo, tornou-se possível graças a Literatura de Cordel. Com todas as suas especificidades e o jeito próprio de falar sobre o Sertão, a Literatura de Cordel privilegia a regionalidade da sua produção e valoriza os viventes do Sertão.
Abstract: The present work is the result of a research about how the Imaginary of the 30’s to 50’s society from the Northeastern Wilderness produces realities and reproduces experiences lived by those people. Cunning, or quengo fino (as it is known there) are the strategies of survival for the oppressed categories, in order to disorganize the games of power and oppression, determined by the holders of power. Usingthe narratives of fights between different and characteristic types of Northeastern citizens (or sertanejos, as they are known there) versus the Devil, we can recognize values, sensibilities, postures, culture, feelings and world meanings that are so key to the northeastern sertanejo. Such axioms are formatters and constructors of specific historical scenarios. Access such a proficient imaginary, became possible thanks to the Cordel Literature. With all its specificities and its own way to talk about the Sertão, the Cordel Literature privileges the regionality of its production and values the people who live the Sertão.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de História, Programa de Pós-graduação em História, 2017.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF).
Appears in Collections:HIS - Mestrado em História (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/31132/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.