RIUnB >
IP - Instituto de Psicologia >
PCL - Departamento de Psicologia Clínica >
PCL - Programa de Pós-graduação >
PCL - Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10482/3095

Files in This Item:

File Description SizeFormat
2007_CarlosFredericodeMacedoCoelho.PDF358,18 kBAdobe PDFView/Open

Title: Convivendo com Miguel e Mônica : uma proposta de acompanhamento terapêutico de crianças autistas
Authors: Coelho, Carlos Frederico de Macedo
Advisor: Tafuri, Maria Izabel
Keywords: Autismo em crianças
Psicoterapia
Psicopatologia
Acompanhamento terapêutico
Sofrimento psíquico
Issue Date: 26-Mar-2007
Submit Date: 26-Mar-2007
Citation: COELHO, Carlos Frederico de Macedo. Convivendo com Miguel e Mônica: uma proposta de acompanhamento terapêutico de crianças autistas. 2007. 120 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura)-Universidade de Brasília, Brasília, 2007.
Abstract: Inspirada pelas idéias do movimento antipsiquiátrico inglês, da psicologia democrática italiana, e da psicoterapia institucional francesa, o Acompanhamento Terapêutico (AT) é uma prática clínica destinada a promover melhorias na qualidade de vida de pessoas portadoras de sofrimento psíquico grave através da circulação dessas pessoas em ambientes do cotidiano. Além disso, é uma prática clínica que busca re-socializar essas mesmas pessoas que, pelo seu sofrimento psíquico grave, são isoladas do convívio social. O presente estudo pretende discutir aspectos importantes para a prática de AT com crianças, a partir de duas experiências Acompanhamento Terapêutico com crianças autistas realizadas pelo autor, haja vista que há pouco material bibliográfico publicado no Brasil a respeito dessa prática com crianças. Essa dissertação tem como fundamentação básica de discussão as idéias de Maud Mannoni acerca da desinstitucionalização do atendimento psicoterápico de crianças portadoras de sofrimento psíquico grave, idéias essas que englobam o trabalho de Acompanhamento Terapêutico. A metodologia de investigação desse trabalho coincide com a prática supervisionada de Acompanhamento Terapêutico realizada pelo autor. A experiência imediata do autor na realização desses acompanhamentos é o principal instrumento de análise das informações obtidas nessa investigação. A principal conclusão que se faz acerca do trabalho de Acompanhamento Terapêutico com crianças é que essa é uma atividade que deve se orientar no princípio de que o profissional que realiza essa atividade deve advogar em favor dessa criança no processo de socialização, compreendendo os limites e capacidades que essa mesma criança têm que são influenciados pelo seu sofrimento psíquico grave, mas tentando ir além desses limites, investindo em uma postura acolhedora e flexível que auxiliaria essa criança a viver de maneira mais adequada o seu cotidiano. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Inspired by the ideas of the English antipsychiatric movement, by the Italian democratic psychology and by the French institutional psychotherapy, the Therapeutic Accompaniment (TA) is a clinical practice designed to promote and improve a better quality of life in patients who suffer psychology illnesses trough re-assimilation in routine social environments. This a clinical practice that attempts to re-socialize this very patients, by fault of their psychiatric illnesses, have become isolated from society and social norms. This study intends to discuss various important methods, which can be applied to TA therapy with children based on two cases of TA therapy used with Autistic children observed by the author, due to the fact that there is very few academic publications in respect to this therapy in Brazil, specifically work done with children, can be used as references. This dissertation has it´s theoric fundament in Maud Mannoni´s ideas about the alternative clinical practice with children with serious psychological suffer. Such ideas have much to do with the Therapeutic Accompaniment. The methodology of this investigation coincides precisely with the supervised practice of Therapeutic Accompaniment. The results and initial observations taken from this study have become the key components for analysis and as an academic resource on the subject matter. The main conclusion of this work is the fact that the children’s Therapeutic Accompaniment is a clinical practice guided by the idea that the professional who does this activity must advocate in favor of the children during their socialization process, by understanding their limits and possibilities, however trying to go beyond the children’s limits, investing in a kindly and flexible position that would assist this child to live in more adequate way its daily one.
Additional Information: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2007.
Appears in Collections:PCL - Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura (Dissertações)

Items in Repository are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Site Creative Commons Site Oaister Sítio IBICT Universidade de Brasília
About Repository  |  FAQ  |  Statistics |  Authorization Term
Copyright © 2008 MIT & HP. All rights reserved.