Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/30558
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_MainCharacteristicsPatients.pdf233,66 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
ARTIGO_CaracteristicasPrincipaisUsuarios.pdf216,26 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Main characteristics of patients of primary health care services in Brazil
Outros títulos: Características principais dos usuários dos serviços de atenção primária à saúde no Brasil
Autor(es): Guibu, Ione Aquemi
Moraes, José Cássio de
Guerra Junior, Augusto Afonso
Costa, Ediná Alves
Acurcio, Francisco de Assis
Costa, Karen Sarmento
Karnikowski, Margô Gomes de Oliveira
Soeiro, Orlando Mario
Leite, Silvana Nair
Álvares, Juliana
Assunto: Assistência farmacêutica
Pacientes
Saúde
Pacientes - aspectos socioeconômicos
Atenção primária à saúde
Sistema Único de Saúde (Brasil)
Data de publicação: 2017
Editora: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Referência: GUIBU, Ione Aquemi et al. Main characteristics of patients of primary health care services in Brazil. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 51, supl. 2, 17s, 2017. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102017000300306&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 26 fev. 2018. Epub Nov 13, 2017. doi: http://dx.doi.org/10.11606/s1518-8787.2017051007070. ______________________________________________________________________________________________________________________________
GUIBU, Ione Aquemi et al. Características principais dos usuários dos serviços de atenção primária à saúde no Brasil. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 51, supl. 2, 17s, 2017. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102017000300306&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 26 fev. 2018. Epub Nov 13, 2017. doi: http://dx.doi.org/10.11606/s1518-8787.2017051007070.
Resumo: Objetivo: caracterizar os usuários dos serviços de atenção primária à Saúde segundo aspectos demográficos, socioeconômicos, hábitos e estilo de vida, condições de saúde referidas e demanda aos serviços de saúde e medicamentos. Métodos: foram utilizados dados da Pesquisa Nacional sobre Acesso, Utilização e Promoção do Uso Racional de Medicamentos – Serviços, um estudo transversal, exploratório, de natureza avaliativa, realizado entre 2014 e 2015. As entrevistas foram realizadas com usuários maiores de 17 anos, com questionário padronizado, em serviços de atenção primária de amostra representativa de municípios, estratificada pelas regiões do Brasil. A análise realizada foi para amostras complexas e ponderada de acordo com o tamanho da população de cada região. Resultados: no total foram entrevistados 8.676 usuários, sendo 75,8% mulheres, a maioria de 18 a 39 anos de idade; 24,2% homens, e entre estes, a maioria de 40 a 59 anos; 53,7% com ensino fundamental; 50,5% se autodeclararam pardo, 39,7% branco e 7,8% preto. Metade dos usuários foi classificada como classe C e 24,8% recebia bolsa-família. Apenas 9,8% possuía plano de saúde, com maior proporção no Sul e menor no Norte e no Centro-Oeste. A proporção de homens que consumia bebida alcóolica foi maior que entre mulheres, assim como os fumantes. A autoavaliação de saúde mostrou que 57% acreditavam ser muito boa ou boa, com menor proporção no Nordeste. As prevalências de doenças/condições crônicas como hipertensão (38,6%), dislipidemia (22,7%), artrites/reumatismo (19,4%), depressão (18,5%), diabetes (13,6%) e outras são maiores nesses usuários que na população geral. Os medicamentos eram predominantemente procurados no próprio serviço ou em farmácias do Sistema Único de Saúde. Conclusões: foi possível caracterizar o perfil dos usuários da Atenção Básica, mas o ineditismo da pesquisa e sua abrangência nacional dificulta a comparação dos resultados com dados oficiais ou de outros artigos.
Abstract: Objective: to characterize patients of primary health care services according to demographic and socioeconomic aspects, habits and lifestyle, health condition, and demand for health services and medicines. Methods: this study is part of the Pesquisa Nacional sobre Acesso, Utilização e Promoção do Uso Racional de Medicamentos – Serviços (PNAUM – National Survey on Access, Use and Promotion of Rational Use of Medicines – Services), a cross-sectional study carried out between 2014 and 2015. Interviews were conducted with patients over the age of 17 years, with a standardized questionnaire, in primary health care services of a representative sample of cities, stratified by regions of Brazil. The analysis was performed for complex samples and weighted according to the population size of each region. Results: a total of 8,676 patients were interviewed, being 75.8% women, most of them aged from 18 to 39 years; 24.2% men, most of them aged from 40 to 59 years; 53.7% with elementary school; 50.5% reported to be of mixed race ethnicity, 39.7%, white, and 7.8%, black. Half of patients were classified as class C and 24.8% received the Bolsa Familia benefit. Only 9.8% had health insurance, with higher proportion in the South and lower in the North and Midwest. The proportion of men who consumed alcohol was higher than among women, as well as smokers. The self-assessment of health showed that 57% believed it to be very good or good, with lower proportion in the Northeast. The prevalence of chronic diseases/conditions, such as hypertension (38.6%), dyslipidemia (22.7%), arthritis/rheumatism (19.4%), depression (18.5%), diabetes (13.6%), and others are higher in these patients them among the general population. Medicines were predominantly sought in the health care service or in pharmacies of the Brazilian Unified Health System. Conclusions: it was possible to characterize the profile of patients of Primary Health Care, but the originality of the research and its national scope hinders the comparison of results with official data or other articles.
Licença: Revista de Saúde Pública - This is an Open Access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution License, which permits unrestricted use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited (CC BY 4.0). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102017000300306&lng=en&nrm=iso&tlng=en&ORIGINALLANG=en. Acesso em: 26 fev. 2018.
DOI: http://dx.doi.org/10.11606/s1518-8787.2017051007070
Aparece nas coleções:FCE-FAR - Artigos publicados em periódicos



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.