Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/30507
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_WashingtonCândidodeOliveira.pdf18,88 MBAdobe PDFView/Open
Title: Novas espacialidades e a densificação populacional na Área de Tutela do Bem Tombado do Plano Piloto de Brasília : RA-I
Authors: Oliveira, Washington Candido de
Orientador(es):: Peluso, Marília Luiza
Assunto:: Urbanização
Segregação
Verticalização
Crescimento urbano
Issue Date: 15-Dec-2017
Citation: OLIVEIRA, Washington Candido de. Novas espacialidades e a densificação populacional na Área de Tutela do Bem Tombado do Plano Piloto de Brasília : RA-I. 2017. xxi, 280 f., il. Tese (Doutorado em Geografia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: No Distrito Federal a produção do meio urbano está sendo marcada por um novo ciclo de expansão que valoriza o capital imobiliário e o da construção civil. A ZONA TAMPÃO ou Área de Tutela do Bem Tombado, também, vivencia nas últimas três décadas transformações em seu espaço urbano marcado por um forte dinamismo do mercado imobiliário e da construção civil. Neste contexto, o Guará – RA-X, no interior da ZONA TAMPÃO, aumentou a quantidade de novas construções bem como aumentaram os preços praticados. Todo esse fenômeno denota uma dinâmica de reconfiguração socioespacial trazendo mudanças significativas na área de Tutela do Bem Tombado, revelando contradições. Compreender em novas bases socioespacial faz-se necessário ler de modo mais apurado as contradições e os conflitos de interesses em torno da produção do espaço urbano no Guará – RA-X e, não menos importante, entender as transformações socioespaciais ligadas pelo forte dinamismo do mercado imobiliário e o da construção civil. Neste contexto, a ZONA TAMPÃO tem territórios agregados que estão vinculados às mudanças urbanas vivenciadas no Plano Piloto de Lúcio Costa em diferentes níveis. Há áreas que sofrem efeitos que reverberam do Plano Piloto – RA-I em sua direção ao entorno limítrofe à área do Tombamento, no que diz respeito às dinâmicas diversas, que vão da geração de emprego e renda até o próprio mercado imobiliário e o mercado da construção civil. A dimensão territorial da área de Tutela ou ZONA TAMPÃO contribui para multiplicar estes efeitos, em função da limitação do próprio PDOT e do próprio interesse do Governo do Distrito Federal - GDF. No Distrito Federal, no Brasil e no Mundo, a população urbana aumentou continuamente. Como resultado do crescimento populacional, tem-se um agravamento crescente dos problemas urbanos. No Distrito Federal, esses problemas são agravados em função da forte urbanização e verticalização de seu espaço físico e fundamentalmente, pelo adensamento populacional na área de tutela do bem tombado ou exterior próximo à área do tombamento do Plano Piloto de Brasília (RAI). O bem tombado é solicitado, cada vez mais, a oferecer bens e serviços, cuja pressão provoca congestionamentos sobre os espaços e vias a serem preservadas e, como consequência, uma contínua solicitação para que sejam modificados para dar fluidez de deslocamento aos moradores da cidade. Já não se trata apenas de ‘morar bem’, mas de 'circular bem, estacionar bem, ter bom acesso às inúmeras oportunidades de compras e lazer’, sejam escolas, hospitais, restaurantes, barzinhos ou áreas de comércio. Via de regra, o crescimento urbano faz-se causando prejuízo ao meio natural e da qualidade de vida; e a Capital Federal não é exceção. Os espaços são valorizados e apropriados pelas diversas categorias sociais e os Planos de Diretores Ordenamentos Territoriais – PDOTs, não impediram que a ZONA TAMPÃO, área para preservar o patrimônio tombado, fosse ocupada gerando problemas de gerenciamento do território de toda natureza. Um contrassenso, Brasília foi concebida com vistas à criação de uma sociedade modernizada, contudo foi a sociedade brasileira da década de 60, segregada e elitista, que a construiu e hoje a ocupa. Na diferença entre as duas reside a contradição básica com a qual começa a história da cidade construída, pois o dinamismo específico da sociedade brasileira destruiu, em certa medida, as utopias do plano de Lúcio Costa.
Abstract: In the Federal District, in Brazil, the production of the urban environment has being marked by a new expansion cycle that promotes real estate capital and civil construction. The BUFFER ZONE or the area of Guardianship of Protected Goods, has also experienced in the last three decades transformations in its urban space marked by a strong dynamism of the real estate market and the civil construction. In this context, Guará - RA-X, within the BUFFER ZONE, the number of new buildings has increased as well as the charged prices. This entire phenomenon denotes dynamics of socio-spatial reconfiguration bringing significant changes in the area of Guardianship of Protected Goods, revealing contradictions. Understanding in a new socio-spatial basis makes it necessary to read more accurately the contradictions and conflicts of interest around the production of the urban space in Guará - RA-X and, not least, to understand the socio-spatial transformations linked by the strong dynamism of the real estate market and civil construction. In this context, the BUFFER ZONE has aggregate territories that are linked to the urban changes experienced in the Lúcio Costa’s Plano Piloto at different levels. There are areas that undergo effects that reverberate from Plano Piloto - RA-I towards the surroundings bordering on the Protection area, concerning the diverse dynamics, ranging from the creation of job and income to the real estate market itself and the market of construction. The territorial dimension of the Guardianship area or TAMPÃO Zone contributes to multiply these effects, due to the limitation of the MPTA itself and the very interest of the Government of the Federal District - GDF. In the Federal District, in Brazil and in the World, the urban population has increased continuously. As a result of population growth, there is a growing worsening of urban problems. In the Federal District, these problems are exacerbated due to the strong urbanization and verticalization of its physical space and, fundamentally, by the population density in the area of Guardianship of Protected Goods or outside near the protected area of Plano Piloto from Brasília (RA-I). Protected goods are increasingly being asked to offer goods and services, whose pressure causes congestion on the spaces and roads to be preserved and, as a consequence, a continuous request for them to be modified to give displacement fluidity to the city's residents. It is no longer just a matter of ‘living well’, but of 'well-circulating, parking well, having good access to the numerous shopping and leisure opportunities', whether they are schools, hospitals, restaurants, bars or commercial areas. As a rule, the urban growth has been causing damage to the natural environment and quality of life; And the Federal Capital is no exception. The spaces have been valued and settled by the different social categories and the Master Plans of Territorial Arrangments - MPTAs, did not prevent that the BUFFER ZONE, an area to preserve the protected patrimony, was occupied creating problems of management in the whole territory and nature. A contradiction, Brasilia was conceived with the aim of creating a modernized society, yet it was the Brazilian society of the 60s, segregated and elitist, who built it and today occupies it. In the difference between them lies the basic contradiction with which the history of the built city begins, so the specific dynamism of Brazilian society has, to some extent, destroyed the utopias of Lúcio Costa's plan.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Geografia, Programa de Pós-Graduação em Geografia, 2017.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:GEA - Doutorado em Geografia

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/30507/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.