Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/30330
Files in This Item:
File SizeFormat 
ARTIGO_RepresentacaoSocialCuidado.pdf264,9 kBAdobe PDFView/Open
Title: Representação social do cuidado e do cuidador familiar do idoso
Other Titles: Social representation of care recipients and of family care providers for the elderly
Authors: Hedler, Helga Cristina
Faleiros, Vicente de Paula
Santos, Marlene de Jesus Silva
Almeida, Maria Aparecida de Araújo
Assunto:: Cuidadores - família
Idosos
Representação social
Issue Date: Jan-2016
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Serviço Social e Curso de Graduação em Serviço Social da Universidade Federal de Santa Catarina
Citation: HEDLER, Helga Cristina et al. Representação social do cuidado e do cuidador familiar do idoso. Revista Katálysis, Florianópolis, v. 19, n. 1, p. 143-153, jan./jun. 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-49802016000100143&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 22 dez. 2017. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1414-49802016.00100015.
Abstract: O presente artigo aborda as representações sociais do cuidado e do cuidador familiar da pessoa idosa. A pesquisa é de caráter qualitativo com a evocação dos termos cuidado e cuidador por meio de entrevista aplicada na residência de quinze idosos com dependência funcional de saúde, juntamente com seus cuidadores familiares. Os resultados apontam, como núcleo central das representações sociais, os sentimentos de amor, carinho, paciência e saúde. O significado social do cuidado, em conflito com a vivência do sofrimento dos cuidadores, assume uma função que lhes traz a sobrecarga física e emocional. A desigualdade de gênero presente entre os cuidadores também implica a necessidade de se refletir sobre os cuidadores como questão de políticas públicas.
Abstract: This article addresses the social representation of care recipients and of family care providers for the elderly. It is a qualitative study that evokes the terms care recipient and care provider in interviews in a residence for fifteen elderly people with functional health dependencies, along with their family care providers. The results indicate, as a central core of the social representations, feelings of love, care, patience and health. The social meaning of care recipient, in conflict with the experience of suffering of the care providers, assumes a function that creates a physical and emotional burden for these care providers. The gender inequality present among these care providers also implies a need to reflect on care providers as a public policy issue.
Licença:: Revista Katálysis - Este é um artigo publicado em acesso aberto sob uma licença Creative Commons (CC BY 4.0). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-49802016000100143&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 22 dez. 2017.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1414-49802016.00100015
Appears in Collections:SER - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/30330/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.