Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/30223
Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
ARTIGO_FemaleUrinaryIncontinence.pdf769,2 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Female urinary incontinence : quality of life comparison on reproductive age and postmenopausal period
Outros títulos: Incontinência urinária feminina : comparação da qualidade de vida no menacme e pós-menopausa
Autor(es): Rett, Mariana Tirolli
Wardini, Érica Brito
Santana, Josimari Melo de
Mendonça, Andreza Carvalho Rabelo
Alves, Aline Teixeira
Saleme, Cristina Said
Assunto: Urina - incontinência
Qualidade de vida
Assoalho pélvico
Fisioterapia
Data de publicação: Jan-2016
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Referência: RETT, Mariana Tirolli et al. Female urinary incontinence: quality of life comparison on reproductive age and postmenopausal period. Fisioterapia em Movimento, Curitiba, v. 29, n. 1, p. 71-78, jan./mar. 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502016000100071&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 5 mar. 2018. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0103-5150.029.001.AO07.
Resumo: Introdução: a incontinência urinária (IU) é qualquer perda involuntária de urina e seus sintomas podem afetar a qualidade de vida (QV) das mulheres. Objetivo: comparar a QV de mulheres incontinentes no menacme e na pós-menopausa. Materiais e métodos: foi realizado um estudo descritivo-retrospectivo envolvendo informações de 86 mulheres com queixas de IU e que foram encaminhadas para tratamento fisioterápico. Foram coletados informações sócio-demográficas, clínicas, antecedentes obstétricos e ginecológicos. A força de contração do assoalho pélvico (AP) foi avaliada pela palpação e a QV avaliada pelo King's Health Questionnaire (KHQ). Foram utilizados o teste de Mann-Whitney e teste t de Student para comparação dos domínios da QV. Resultados: foram selecionadas 36 mulheres no menacme (G1) e 50 na pós-menopausa (G2), com média de idade de 42,9 ( ± 7,4) anos e 61,6 ( ± 9,3) anos respectivamente. O G2 apresentou significativamente mais sintomas de noctúria (p = 0,0057), urge-incontinência (p = 0,0061) e enurese noturna (0,0021), enquanto que no G1 foi mais significativa a presença de dor na bexiga e dificuldade para urinar. Entre os domínios do KHQ, o G2 apresentou mais comprometimento na percepção geral de saúde G1 26,4 ± 16,8 versus G2 38,0 ± 16,2; p = 0,0019) e emoções (G1 15,1 ± 31,3 versus G2 38,9 ± 37,5; p = 0,0051). Conclusão: na amostra estudada, a IU afetou negativamente a QV de mulheres no menacme e na pós-menopausa. As mulheres menopausadas demonstraram maior impacto na QV em domínios relacionados com a percepção geral de saúde e as emoções, além da presença de sintomas irritativos como noctúria, urge-incontinência e enurese noturna.
Abstract: Introduction: urinary incontinence (UI) is defined as any involuntary leakage of urine and their symptoms can affect women's quality of life (QoL). Objectives: to compare incontinent women's QoLin reproductive age (G1) with those in post menopausal period(G2). Material and methods: a descriptive and retrospective study involved 86 women with UI complaints. Clinical, sociodemographic, obstetrical and gynecological antecedents were collected. Pelvic floor evaluation was conducted by digital palpation and QoL was evaluated by King's Health Questionnaire (KHQ). Mann-Whitney and t Student test were used to compare QoL domains. Results: 36 women in reproductive age (G1) 42.9 (± 7,4) years and 50 women in postmenopausal period (G2) 61,6 (± 9,3) years were assessed. The G2 showed significantly more nocturia (p = 0,0057), urge incontinence (p = 0,0061) and enuresis (0,0021) symptoms, whereas in G1 bladder pain and voiding difficulties were more significant. KHQ domains showed statistical differences in: general health perception (G1 26,4 ± 16,8 versus G2 38,0 ± 16.2; p = 0,0019) and emotions (G1 15,1 ± 31,3 versus G2 38,9 ± 37,5; p = 0,0051). Conclusion: UI affects negatively QoLin women. Women on postmenopausal period showed higher impact on the QoLdomains related to general health perception and emotions.
Licença: Fisioterapia em Movimento - This is an open-access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution License (CC BY 4.0). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502016000100071&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 5 mar. 2018.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0103-5150.029.001.AO07
Aparece nas coleções:FCE-FIS - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.