Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/30150
Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
ARTIGO_EducacaoSuperiorCampo.pdf759,73 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Educação superior do campo : desafios para a consolidação da licenciatura em educação do campo
Outros títulos: Higher education in the countryside : challenges for the consolidation of the degree in rural education
Autor(es): Hage, Salomão Antônio Mufarrej
Silva, Hellen do Socorro de Araújo
Brito, Márcia Mariana Bittencourt
Assunto: Ensino superior
Educação do campo
Políticas educacionais
Movimentos sociais
Professores - formação
Data de publicação: Out-2016
Editora: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais
Referência: HAGE, Salomão Antônio Mufarrej; SILVA, Hellen do Socorro de Araújo; BRITO, Márcia Mariana Bittencourt. Educação superior do campo: desafios para a consolidação da licenciatura em educação do campo. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 32, n. 4, p. 147-174, out./dez. 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982016000400147&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 7 mar. 2018. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0102-4698162036.
Resumo: O artigo reflete sobre a educação superior em meio às lutas protagonizadas pelo Movimento da Educação do Campo, a partir da trajetória do Programa de Apoio às Licenciaturas em Educação do Campo (Procampo) no Brasil e no Estado do Pará. O objetivo foi analisar as dificuldades, os desafios e as expectativas demandadas pelos discentes para a consolidação desse curso, por meio de levantamento documental e pesquisa de campo desenvolvida no Campus de Cametá da Universidade Federal do Pará. Os resultados indicaram como dificuldades: a precarização da infraestrutura no desenvolvimento do curso e a pouca aproximação da universidade com os movimentos sociais; como desafios: a importância de os sujeitos compreenderem e assumirem as especificidades do curso e a auto-organização dos estudantes como requisito para sua consolidação; e como expectativas: a necessidade de uma formação diferenciada das práticas convencionais, com ênfase nas experiências socioculturais, e o reconhecimento institucional e social do curso.
Abstract: The article reflects on Higher Education among the struggles led by the peasants' movement of education, from the trajectory of the Support Program Degrees in Rural Education (Procampo) in Brazil and in the State of Pará. The aim was to analyze the difficulties, challenges and expectations demanded by students to consolidate this course, through documentary survey and field research developed in Cametá Campus of the Federal University of Pará. The results indicated as difficulties the precariousness of the infrastructure for the development of the course and a short approach the university with social movements. As challenges, the study has identified the importance of the subjects to understand and assume the course particularities, and self-organization of students as a tool to consolidate the Course. And as expectations, the study has identified the need for the training offered differentiate itself from conventional practice, with emphasis on socio-cultural experiences and the institutional and social recognition of the course.
Licença: Educação em Revista - Este é um artigo publicado em acesso aberto sob uma licença Creative Commons (CC BY 4.0). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982016000400147&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 7 mar. 2018.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0102-4698162036
Aparece nas coleções:FE - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.