Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/29657
Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
ARTIGO_OlharConselheirosSaude.pdf251,75 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: O olhar dos conselheiros de saúde da Região Metropolitana de São Paulo sobre serviços de saúde para idosos : 'quem cuidará de nós em 2030?'
Outros títulos: Health services for the elderly through the eyes of the health councilors of the Metropolitan Region of São Paulo : 'who will take care of us in 2030?'
Autor(es): Silva, Ana Paula Leal Loureiro da
Nóbrega, Otávio Toledo
Côrte, Beltrina
Assunto: Conselhos de saúde
Sistema Único de Saúde (Brasil)
Idosos - saúde
Data de publicação: Abr-2015
Editora: Centro Brasileiro de Estudos de Saúde
Referência: SILVA, Ana Paula Leal Loureiro da; NÓBREGA, Otávio Toledo; CÔRTE, Beltrina. O olhar dos conselheiros de saúde da Região Metropolitana de São Paulo sobre serviços de saúde para idosos: 'quem cuidará de nós em 2030?'. Saúde em Debate, Rio de Janeiro, v. 39, n. 105, p. 469-479, abr./jun. 2015. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-11042015000200469&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 17 abr. 2018. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0103-110420151050002014.
Resumo: O estudo foi desenvolvido por meio de um recorte da pesquisa: 'Quem cuidará de nós em 2030?'. Sob a ótica dos conselheiros de saúde buscou-se compreender a percepção sobre os serviços oferecidos hoje e os que seriam necessários em 2030 para os idosos. Ao serem questionados sobre possíveis direcionamentos de ações para os dias de hoje e para 2030, a construção e aperfeiçoamento de espaços de convivência foram os mais citados pelos sujeitos. Há clara preferência por programas que propõem fortalecimento de vínculos familiares e comunitários com atividades sócio-ocupacionais e de lazer. Foi percebido que no campo das ações preventivas muito ainda deve ser articulado para garantir qualidade nos serviços.
Abstract: This study of an excerpt of the research 'Who will take care of us in 2030?'. From a health councilor standpoint, this study sough to understand the perception about the health services offered today and the ones expected in 2030 for the elderly. When questioned about possible directions for today and for 2030, the construction and improvement of living centers were always mentioned by the councilors. There is a clear preference for programs that strengthen family and community ties through leisure, social, and occupational activities. It was strongly perceived that large scale preventive actions are needed to guarantee the quality of the services provided.
Licença: Saúde em Debate - Todo o conteúdo do artigo, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons (CC BY NC 4.0). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-11042015000200469&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 17 abr. 2018.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0103-110420151050002014
Aparece nas coleções:FCE-SC - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.