Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/28504
Files in This Item:
File SizeFormat 
12.pdf336,4 kBAdobe PDFView/Open
Title: Estresse pós-traumático da criança sobrevivente de câncer e sua percepção acerca da experiência parental
Post-Traumatic stress disorder of the child survivor of cancer and their perception about parental experience
Authors: Boaventura, Camila Tokarski
Araujo, Tereza Cristina Cavalcanti Ferreira de
Assunto:: Sobrevivência
Câncer
Crianças
Estresse pós-traumático infantil
Psico-oncologia pediátrica
Issue Date: 2012
Publisher: Programa de Pós-graduação em Psicologia e do Programa de Pós-graduação em Psicobiologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: Estud. psicol. (Natal),v.17,n.2,p.283-290,2012
Abstract: Nas últimas décadas, paralelamente ao aumento progressivo das taxas de cura em Oncologia Pediátrica, evidencia-se um interesse crescente pela sobrevivência ao câncer na infância. Esta investigação teve como objetivo analisar essa experiência de sobrevivência ao câncer na infância, enfatizando a percepção da criança acerca da experiência parental e avaliando o Transtorno de Estresse Pós-traumático infantil nesse contexto. Realizaram-se entrevistas semiestruturadas com a criança, complementadas pela aplicação do UCLA Posttraumatic Stress Disorder Reaction Index for DSM-IV - Child Version. Evidenciaram-se taxas moderadas de diagnóstico total e parcial de Transtorno de Estresse Pós-Traumático. Especificamente no que se refere aos sintomas de estresse pós-traumático, os escores encontrados foram baixos. Os resultados também sugeriram uma relação entre o modo como a experiência parental é percebida pela criança e o escore total de gravidade de Transtorno de Estresse Pós-traumático Infantil. Recomendam-se estudos com amostras mais extensas, visando disponibilizar instrumentos de avaliação para a área da saúde.
This investigation aimed to describe, analyze and comprehend the experience of survival after childhood cancer, emphasizing the child's perception of the parent's experience and the evaluation of the child Post-Traumatic Stress Disorder. So, semi-structured interviews were conducted with the participants, who also answered the UCLA Posttraumatic Stress Disorder Reaction Index for DSM-IV - Child Version. The child's perception of the parental experience confirmed evidences pointed out by specialized literature. The total and partial diagnosis rates of Post-Traumatic Stress Disorder were moderate. Finally, it was possible to suggest a likely connection between the way the parental experience is perceived and the total severity score of the Post-Traumatic Stress Disorder in children. Further investigation, with more significant samples, is recommended in order to develop evaluation tools to be applied in other health situations.
DOI: https://dx.doi.org/10.1590/S1413-294X2012000200012
Appears in Collections:Uso interno - em processamento

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/28504/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.