Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/28087
Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
ARTIGO_PerfilSociodemograficoProfissional.pdf749,98 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Perfil sociodemográfico e profissional de fisioterapeutas e origem das suas concepções sobre ética
Sociodemographic and professional profile of physical therapists and origin of their conceptions of ethics
Autor(es): Badaró, Ana Fátima Viero
Guilhem, Dirce
Assunto: Fisioterapia
Ética profissional
Recursos humanos
Data de publicação: 2011
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Referência: BADARO, Ana Fátima Viero; GUILHEM, Dirce. Perfil sociodemográfico e profissional de fisioterapeutas e origem das suas concepções sobre ética. Fisioterapia em movimento, Curitiba, v. 24, n. 3, p. 445-454, set. 2011. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502011000300009&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 06 out. 2018. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-51502011000300009.
Resumo: INTRODUÇÃO: Os estudos sobre o perfil de profissionais de saúde são informações relevantes para possibilitar aos órgãos de saúde, às instituições de ensino e aos órgãos de classe o planejamento de ações assistenciais e educativas. As ações em saúde e suas avaliações precisam levar em consideração o perfil dos profissionais disponíveis e o contexto macroeconômico de determinados grupos, de acordo com a época e a região em que se encontram, para o sucesso e a qualidade das atividades planejadas. OBJETIVO: Conhecer o perfil sociodemográfico e profissional dos fisioterapeutas que atuam na cidade de Santa Maria, RS, e a origem de suas concepções sobre ética. MATERIAIS E MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal e descritivo, com abordagem quantitativa. Participaram da pesquisa fisioterapeutas no exercício de atividades assistenciais e/ou educativas no campo da fisioterapia. Os dados foram coletados por meio de questionário semiestruturado, construído para essa finalidade. Para processamento e análise dos dados utilizou-se o banco de dados Microsoft® Excel 2002 e o pacote estatístico SAS (Statistical Analysis System), versão 8.02. RESULTADOS: A amostra consistiu de 167 fisioterapeutas, em sua maioria adultos jovens, entre 22 e 35 anos (60%), sendo 83% mulheres. Os fisioterapeutas atuavam predominantemente de forma autônoma, sem vínculo empregatício (52,4%), e também em serviços públicos (23,5%) e privados (20,5%); atendiam em domicílio, em clínicas e consultórios com maior frequência; e possuíam capacitação em diversos níveis e áreas. A área músculo-esquelética figurou como a de maior demanda de serviço, sendo, consequentemente, a mais procurada para a realização de especialização. A clientela predominante era de adultos, mulheres e idosos. Os conhecimentos sobre ética, em geral, eram provenientes da família e dos desafios colocados pela prática profissional. CONCLUSÃO: No exercício da profissão predominam os profissionais jovens, embora haja uma parcela significativa de fisioterapeutas experientes e renomados. O processo de crescimento da profissão é constante, tanto em áreas já consagradas como nas emergentes. Todavia, as questões éticas precisam ser mais discutidas tanto na formação acadêmica quanto nas atividades cotidianas.
Abstract: INTRODUCTION: Studies about the profile of health professionals provide relevant information which allows health agencies, educational institutions and professional organizations to project educational and assistential actions. These actions and their evaluation have to take into account the profile of the available professionals, as well the macroeconomic context of the groups considered, according to the period and the region they are placed, in order to give success and quality on the planned activities. OBJECTIVE: To know the sociodemographic and professional profile of physical therapists who work in the city of Santa Maria, RS, and the origin of their conceptions of ethics. MATERIALS AND METHODS: A descriptive and transversal study, with quantitative approach. Physical therapists working with professional and/or educational activities in the physical therapy field participated in the research. Data were collected through a semi-structured instrument construct for that purpose. The statistical package SAS (Statistical Analysis System), version 8.02, was used to process and analyze the data. RESULTS: The sample consisted of 167 physical therapists, most of them young adults, between 22 and 35 years old (60%) and 83% were women. They are predominantly self-employed, without working contract (52,4%), and also work in public (23,5%) and private (20,5%) services; they most often provide home care or work in private clinics and offices. They have competence in distinct levels and fields, being the musculoskeletal the one with higher request of their professional services. Consequently, this area is the most desired to do specialization. The predominant clientele are adults, women and the elderly. The origin of knowledge about ethics comes from the family and from the challenges imposed by the professional practice. CONCLUSION: Although there are many experienced and renowned physical therapists, the young ones predominate in the professional practice. Growing professional process is constant, not only in traditional fields but also in the emergent ones. Ethical issues must be more discussed not only during the formal academic course but also during the daily professional activities.
Licença: Licenciado sob uma Licença Creative Commons (CC BY). Fonte: http://www.scielo.br/pdf/fm/v24n3/09.pdf. Acesso em: 08 out. 2018.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-51502011000300009
Aparece nas coleções:FS - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.