Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/27828
Files in This Item:
File SizeFormat 
ARTIGO_ExisteTrabalhoEquipe.pdf383,37 kBAdobe PDFView/Open
Title: Existe trabalho em equipe no Programa Saúde da Família?
Other Titles: Is there teamwork in the Family Health Program?
Authors: Kell, Maria do Carmo Gomes
Shimizu, Helena Eri
Assunto:: Assistência ao paciente
Programa Saúde da Família
Atenção primária à saúde
Saúde da família
Issue Date: 2010
Publisher: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Citation: KELL, Maria do Carmo Gomes; SHIMIZU, Helena Eri. Existe trabalho em equipe no Programa Saúde da Família?. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 15, supl. 1, p. 1533-1541, jun. 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232010000700065&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 02 jul. 2018. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232010000700065.
Abstract: O objetivo do estudo foi conhecer como se desenvolve o trabalho em equipe no Programa Saúde da Família. Utilizou-se metodologia qualitativa. Foi realizado no Município de Santo Antonio do Descoberto (GO), com quatro equipes básicas completas há mais de seis meses. Foram feitos grupos focais, em duas etapas, a primeira com elementos de cada equipe individualmente e, posteriormente, com integrantes das quatro equipes. Para a análise, empregou-se a técnica de discurso do sujeito coletivo. Evidenciou-se que os sujeitos representam o trabalho em equipe como a união dos integrantes na busca de um objetivo comum, o processo de trabalho ocorre de forma parcelar, pois as funções se realizam de forma isolada ou compartilhada, mas não interativa ou integrada. A ausência de articulação das ações dificulta que as equipes encontrem espaços para a elaboração de projeto assistencial local que atenda as necessidades mais amplas da população.
Abstract: The objective of the study was to know how team work in the Family Health Program is developed. A qualitative methodology was used. The study was performed in the city of Santo Antonio do Descoberto, in the Brazilian state of Goiás, with four complete basic teams more than six months ago. Focal groups had been formed, in two stages: the first with elements of each team individually, and later, with integrants of the four teams. For the analysis it was used the Discourse of the Collective Subject technique. It was evidenced that the subjects represent the team work as the union of the integrant ones in the search of a common objective. The work process occurs in a fragmented way, once the functions are carried in either an isolated or shared form, but not interactive or integrated. The absence of articulation of the actions becomes difficult that the teams find spaces for the elaboration of a local assistance project that meet the most ample needs of the population.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232010000700065
Appears in Collections:ENF - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/27828/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.