Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/27713
Files in This Item:
File SizeFormat 
ARTIGO_PsicoterapiaDorComplexidade.pdf358,35 kBAdobe PDFView/Open
Title: Psicoterapia, dor & complexidade : construindo o contexto terapêutico
Other Titles: Psychotherapy, pain and complexity : building the therapeutic context
Authors: Neubern, Maurício da Silva
Assunto:: Psicoterapia
Dor
Complexidade
Subjetividade
Issue Date: 2010
Publisher: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Citation: NEUBERN, Maurício da Silva. Psicoterapia, dor & complexidade: construindo o contexto terapêutico. Psicologia: Teoria e Pesquisa, Brasília, v. 26, n. 3, p.515-523, jul./set.2010. Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-37722010000300014&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 15 maio 2018. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-37722010000300014.
Abstract: O presente trabalho possui o duplo objetivo de apresentar a concepção da dor como um processo complexo e subjetivo, como também de apontar a psicoterapia como um recurso capaz de redefinir a influência do contexto que perpassa a experiência de dor. Partindo-se de três estudos de caso de pacientes com dor crônica, destacou-se a complexidade da experiência dos sujeitos, perpassada por processos culturais, biológicos, sociais, pessoais e históricos, como ainda as formas pelas quais a psicoterapia proporcionou mudanças significativas na inserção dos sujeitos em seus respectivos contextos relacionais. Ressalta-se a importância do papel do terapeuta na desconstrução de narrativas inadequadas e na compreensão da dor enquanto um processo subjetivo ligado ao sujeito e ao seu mundo social.
Abstract: The present study has the dual purpose of presenting the conception of pain as a complex and subjective process, but also referring to psychotherapy as a resource for redefining the influence of the context that surpasses the experience of pain. By analyzing three cases studies of patients with chronic pain, we observed the complexity of their experience pervaded by cultural, biological, social, personal and historical process, as well as the ways in which psychotherapy provided significant changes in the insertion of subjects in their respective relational contexts. It is highlighted the importance of the psychotherapist's role in the deconstruction of inadequate narratives and in the understanding of pain as a subjective process linked to the subject and his social world.
Licença:: Psicologia: Teoria e Pesquisa - Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons CC BY NC. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0102-37722010000300014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt>. Acesso em: 15 maio 2018.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-37722010000300014
Appears in Collections:PCL - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/27713/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.