Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/26744
Files in This Item:
File SizeFormat 
ARTIGO_AtividadeTeleatendimentoUmaAnalise.pdf247,83 kBAdobe PDFView/Open
Title: A atividade de teleatendimento : uma análise das fontes de prazer e sofrimento no trabalho
Other Titles: Telemarketing activity : analysis of the sources of pleasure and suffering at work
Authors: Torres, Camila Costa
Abrahão, Júlia Issy
Assunto:: Teleatendimento
Subjetividade
Ergonomia
Psicodinâmica do trabalho
Issue Date: 2006
Publisher: Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO
Citation: TORRES, Camila Costa; ABRAHAO, Júlia Issy. A atividade de teleatendimento: uma análise das fontes de prazer e sofrimento no trabalho. Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, São Paulo, v. 31, n. 114, p. 113-124, jul./dez. 2006. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0303-76572006000200010&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 04 jun. 2018. http://dx.doi.org/10.1590/S0303-76572006000200010.
Abstract: O presente artigo dedica-se ao estudo da subjetividade dos trabalhadores no serviço de teleatendimento, indagando como as condições e a organização do trabalho, o conteúdo da tarefa e da atividade e os relacionamentos interpessoais contribuem para as vivências de prazer e sofrimento. Escolheu-se para o estudo empírico uma central de atendimento de um fundo de pensão privado. Para apreender o trabalho e compreender seus determinantes, buscou-se suporte teórico-metodológico na Ergonomia e na Psicodinâmica do Trabalho. Foram encontrados 26 indicadores de possíveis fontes de prazer ou sofrimento. A associação do indicador ao sentimento varia de sujeito para sujeito, em cada situação de trabalho. Os indicadores foram agrupados em 4 categorias, conforme as questões de estudo. A configuração da situação de trabalho como prazerosa ou não está vinculada à forma como os sujeitos se relacionam com a mesma. Assim, é fundamental a compreensão das categorias relacionadas ao estudo do prazer e do sofrimento como não estanques, pois elas se inter-relacionam, criando um cenário multideterminado.
Abstract: This article deals with call center workers' subjectivity. It investigates how labor conditions and organization, content of the tasks and activity, as well as interpersonal relationships, add to the pleasure and suffering feelings experienced at work. A private pension fund call center was chosen for this empirical study. In order to learn about the task and understand its determinants, we searched for theoretical and methodological support in ergonomics and in labor psychodynamics. Twenty- six (26) indicators of possible sources of pleasure or suffering at work were found. The association of such indicators to their respective feelings varies from subject to subject, for each work-related situation. The indicators were grouped into 4 categories according to the issues under study. According to the way subjects relate to a situation at work they describe it either as being pleasant or unpleasant. Therefore, it is fundamental that the categories related to the study of pleasure and suffering are seen as being dynamic, for they inter-relate, creating a multi-determined panorama.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0303-76572006000200010
Appears in Collections:PST - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/26744/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.