Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/26287
Files in This Item:
File SizeFormat 
v8n2a07.pdf103,97 kBAdobe PDFView/Open
Title: Percepção de justiça e reações retaliatórias nas organizações: análise empírica de um modelo atitudinal
Authors: Mendonça, Helenides
Tamayo, Alvaro
Assunto:: percepção de justiça
retaliação organizacional
modelo atitudinal
perception of justice
organizational retaliation
attitude model
Issue Date: 2004
Publisher: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração
Citation: Rev. adm. contemp.,v.8,n.2,p.117-135,2004
Abstract: Este estudo foi desenvolvido com o objetivo de testar um modelo teórico de estimativa da atitude em relação à retaliação. Participaram da pesquisa 313 empregados de uma instituição pública. Para testar a estrutura teórica hipotetizada sobre o fenômeno, foi aplicada a técnica estatística modelagem de equação estrutural. Dois conjuntos de resultados foram analisados: o ajuste global do modelo teórico hipotetizado e a estimativa da magnitude do efeito dos construtos sobre as variáveis mensuradas. Os coeficientes de ajuste do modelo foram estatisticamente significativos, indicando adequação dos pressupostos teóricos. A respeito da estimativa das relações entre as variáveis, os resultados indicam que o modelo teórico proposto é adequado e explica 81% da atitude em relação à retaliação. Estes resultados foram discutidos, adotando-se duas vertentes: uma que discute a adequação em utilizar medidas atitudinais em relação à retaliação, e a outra que aponta o contexto organizacional como o principal responsável pelo critério atitudinal.
This study was developed aiming to test a theoretical model to estimate the attitude in relation to retaliation. There were 313 employees of a public institution participating in this research. In order to test the theoretical structure hypothesized about the phenomenon, the statistical technique modeling of structural equation was applied. Two sets of results were analyzed: the global adjustment of the theoretical model hypothesized and the estimate of the construct effect magnitude upon the variables measured. The model adjustment coefficients were statistically significant, indicating suitability of the theoretical assumptions. As to the estimate of the relations among the variables, the results indicate that the theoretical model proposed is suitable and it explains 81% of the attitude in relation to retaliation. These results were discussed based on two currents: one that discusses the suitability of using attitude measures in relation to retaliation, and the other that points out the organizational context as the main responsible for attitude criterion.
DOI: https://dx.doi.org/10.1590/S1415-65552004000200007
Appears in Collections:Uso interno - em processamento

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/26287/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.