Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/26201
Files in This Item:
File SizeFormat 
27.pdf145,26 kBAdobe PDFView/Open
Title: Qualidade de vida e saúde: aspectos conceituais e metodológicos
Quality of life and health: conceptual and methodological issues
Authors: Seidl, Eliane Maria Fleury
Zannon, Célia Maria Lana da Costa
Assunto:: Qualidade de Vida
Literatura de Revisão
Avaliação
Metodologia
Quality of Life
Review Literature
Evaluation
Methodology
Issue Date: 2004
Publisher: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Citation: Cad. Saúde Pública,v.20,n.2,p.580-588,2004
Abstract: O conceito qualidade de vida tem suscitado pesquisas e cresce a sua utilização nas práticas desenvolvidas nos serviços de saúde, por equipes profissionais que atuam junto a usuários acometidos por enfermidades diversas. O presente artigo tem como objetivo descrever a evolução histórica e tecer algumas considerações sobre aspectos conceituais e metodológicos do conceito qualidade de vida (QV) no campo da saúde. Baseando-se na revisão da literatura, dois aspectos do termo são destacados no plano conceitual: subjetividade e multidimensionalidade. Quanto aos aspectos metodológicos, uma tendência significativa tem sido a construção e/ou adaptação de instrumentos de medida e de avaliação da QV. Conclui-se que os esforços teórico-metodológicos têm contribuído para a clarificação e relativa maturidade do conceito. Trata-se de um construto eminentemente interdisciplinar, o que implica a contribuição de diferentes áreas do conhecimento para o seu aprimoramento conceitual e metodológico. Sua utilização, portanto, pode contribuir para a melhoria da qualidade e da integralidade da assistência na perspectiva da saúde como direito de cidadania.
The quality of life (QL) concept has led to extensive scientific research and has been increasingly used by health care professionals treating a wide range of diseases. This paper addresses the historical use of the concept and specific issues linked to conceptual and methodological aspects of the QL construct within the health care context. Reviewing the literature, two aspects stand out: subjectivity and multidimensionality. In the methodological field, the construction and/or adaptation of QL measurement instruments appear as a significant trend. Theoretical and methodological efforts have helped clarify and improve the concept's adequacy. The QL construct is definitely interdisciplinary, encompassing contributions by different areas of knowledge and research, thereby improving its conceptual and methodological potential as a research instrument. Therefore, use of the concept can actually help improve both the quality and the integrated, multidimensional nature of health care from a perspective that views the latter as a basic citizen's right.
DOI: https://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2004000200027
Appears in Collections:Uso interno - em processamento

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/26201/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.