Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/2610
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2008_BrianaCardosoFerreira.pdf1,69 MBAdobe PDFView/Open
Title: Prospecção de genes pif (per os infectivity factor) em variantes genotípicos de Anticarsia gemmatalis MNPV e construção de recombinante com interrupção do gene pif-1
Authors: Ferreira, Briana Cardoso
Orientador(es):: Pereira, Ildinete Silva
Assunto:: Genes pif
Lagarta
Variantes genotípicos
Gene gfg
Baculovírus
Biologia molecular
Issue Date: 28-Jul-2008
Citation: FERREIRA, Briana Cardoso. Prospecção de genes pif (per os infectivity factor) em variantes genotípicos de Anticarsia gemmatalis MNPV e construção de recombinante com interrupção do gene pif-1. 2008. 112 f. Dissertação (Mestrado em Patologia Molecular)-Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Abstract: Os baculovirus são vírus patogênicos a insetos, principalmente aos da ordem Lepidoptera. É comum o aparecimento de mutantes defectivos em populações de campo, com ausência de genes essenciais, que são mantidos pela co-infecção de células por diferentes genótipos virais. Esses genótipos quando purificados podem perder a capacidade de infectar a larva hospedeira, devido a deleções em genes pif (per os infectivity factor), essenciais para a infecção por via oral. Sabe-se que as proteínas PIF estão associadas ao envelope da partícula ODV, necessária para o estabelecimento da infecção primária no inseto. O genoma do Anticarsia gemmatalis multiple nucleopolyhedrovirus (AgMNPV) foi recentemente seqüenciado sendo então relatada a presença dos genes pif-1 e pif-2 no vírus. Neste trabalho, genótipos de AgMNPV derivados do isolado de campo AgMNPV-79 foram selecionados e, através de análise de perfil de restrição do DNA viral, foi confirmada a existência de variantes genotípicos na população. Para a investigação da possível presença de mutantes defectivos, amplificações das regiões de pif-1 e pif-2 por PCR foram realizadas em cada variante sendo que todos os clones da população apresentaram amplificações dos dois genes. Todos os clones mostraram-se altamente infecciosos por ingestão oral, porém o genótipo Ag79-01 apresentou maior virulência entre eles. A presença de um terceiro gene pif (pif-3) foi identificada recentemente no genoma do Autographa californica multiple nucleopolyhedrovirus (AcMNPV). Da mesma forma, esse gene é também essencial para o estabelecimento da infecção primária por via oral. Por análise de BLAST o gene foi então identificado como a ORF 114 do genoma do vírus AgMNPV, a qual apresentou uma identidade de aminoácidos de 67% com a ORF do vírus AcMNPV. Com base nessa informação, primers para o gene pif-3 foram desenhados e amostras de DNA dos diferentes genótipos virais foram submetidas a amplificações por PCR. Novamente todos os clones virais apresentaram amplificação de um fragmento correspondente à região de pif-3. Uma vez que os genes pif estavam presentes em todos os variantes genotípicos analisados, foi elaborada uma estratégia para a construção de um vírus recombinante com deleção do gene pif-1, visando o estudo de seu papel na infecção oral do inseto. O vírus recombinante vAgGFP?pif-1, obtido por recombinação homóloga, teve o gene pif-1 substituído por um cassete gênico contendo um gene repórter (gfp) sob comando do promotor constitutivo hsp70. Esse vírus foi selecionado a partir da visualização de células infectadas emitindo fluorescência, devido à expressão da proteína GFP. O vírus vAgGFP?pif-1 encontra-se sob processo de purificação.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, 2008.
Appears in Collections:FMD - Mestrado em Patologia Molecular (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/2610/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.