Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/25625
Files in This Item:
File SizeFormat 
ARTIGO_EmocoesComoCaminho.pdf399,92 kBAdobe PDFView/Open
Title: As emoções como caminho para uma epistemologia complexa da psicologia
Other Titles: Emotions as a way for a complex epistemology of psychology
Authors: Neubern, Maurício da Silva
Assunto:: Emoções
Epistemologia
Subjetividade
Terapia familiar
Complexidade
Issue Date: 2000
Publisher: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Citation: NEUBERN, Maurício S.. As emoções como caminho para uma epistemologia complexa da psicologia. Psicologia: Teoria e Pesquisa, Brasília, v.16, n.2, p.153-163, maio/ago. 2000. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-37722000000200008&lng=en&nrm=iso>.Acesso em: 14 maio 2018. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-37722000000200008.
Abstract: A partir do estudo das emoções são desenvolvidas reflexões que apontam para a marcante influência do paradigma simplificador no estudo de objetos complexos da subjetividade humana, como também nos diversos momentos de construção do conhecimento. Os movimentos dominantes da terapia familiar apresentam-se como momentos importantes dessa discussão por apresentarem ao mesmo tempo potencialidades e limitações para a construção de uma epistemologia complexa. Diante disso, a partir das contribuições provenientes de diversas propostas epistemológicas além dessas, busca-se promover um conjunto de articulações iniciais para uma epistemologia complexa da psicologia que abranja não apenas uma compreensão das emoções e do cenário da construção do conhecimento, mas principalmente a integração da subjetividade do cientista como um momento fundamental da construção da ciência.
Abstract: As a result of the study of emotions, reflections have been developed pointing at the marking influence that the simplifier paradigm has on the study of complex objects on human subjectivity, besides its influence on the various moments of knowledge construction. The family therapy dominant moves are presented as important moments in this discussion, since they concurrently illustrate possibilities and limitations on the construction of a complex epistemology. On these grounds and considering the contributions from different epistemological proposals, there is an effort in trying to promote a set of initial articulations for a complex psychological epistemology, that may not only account for a complex understanding of emotions, but also comprehend the complexity of the setting of knowledge construction itself, and particularly integrate the scientist's subjectivity as a fundamental moment at the construction of knowledge.
Licença:: Psicologia: Teoria e Pesquisa - All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License CC BY NC - Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-37722000000200008&lng=en&nrm=iso&tlng=pt>. Acesso em: 14 maio 2018.
DOI: 10.1590/S0102-37722000000200008
Appears in Collections:PCL - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/25625/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.