Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/25282
Título: Ser professor de música de projeto social : um estudo com entrevistas narrativas (auto)biográficas
Autor(es): Vieira, Karina Firmino
Orientador(es): Abreu, Delmary Vasconcelos de
Assunto: História de vida
Professores - música
Projetos sociais
Músicos - formação profissional
Data de publicação: 24-Nov-2017
Data de defesa: 7-Ago-2017
Referência: VIEIRA, Karina Firmino. Ser professor de música de projeto social: um estudo com entrevistas narrativas (auto)biográficas. 2017. 142 f., il. Dissertação (Mestrado em Música)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Esta pesquisa tem como objetivo compreender o que é ser professor de música de projeto social Por meio da construção do estado de conhecimento teci questões com pesquisadores da área que discutem a Educação Musical em projetos sociais com foco na qualidade da formação desse profissional. O referencial teórico embasa conceitos que envolvem o ensino de música e suas implicações de aprendizagem numa perspectiva mais transformadora do que reprodutiva; a Biografização na contemporaneidade refletindo sobre processos de constituição do sujeito; e reflexões sobre conceitos de Lugar. Essa pesquisa se inscreve na perspectiva teórico-metodológica da Pesquisa (Auto)Biográfica, cuja fonte utilizada foi a Entrevista Narrativa (Auto)Biográfica, com o professor de música Valdécio Fonseca e idealizador do projeto social, “Música e cidadania”. A análise interpretativa prioriza a fertilidade da subjetividade do sujeito, constituindo um campo que privilegia a observação dos processos de reflexividade do agir e narrar sobre si no trabalho biográfico do colaborador da pesquisa. Ao fazer uma escuta atenta, da palavra dada pelo professor que agora não é mais dele, mas se configura como um outro – Autor, o professor Valdecio fez emergir em seu discursos narrativos suas posturas, escolhas, tomadas de decisões e sua própria avaliação sobre os acontecimentos escolhidos por ele para serem narrados. As conclusões indicam uma epistemologia do sujeito biográfico que enlaça nas narrativas da experiência as razões e emoções que levam um professor de música de projeto social fazer o que fez. Na pesquisa (auto)biográfica em Educação Musical, o professor não conta como faz, mas o que fez de sua vida empoderando-se como professor de música de projeto social.
Abstract: This research aims to comprehend what it is to be a music teacher of social project. Through the construction of the state of knowledge, I wove issues with researchers from the area who discuss the Musical Education in social projects focusing on the quality of this professional's formation. The theoretical reference bases concepts that involve the teaching of music and learning implications in a perspective that is more transformative than reproductive; the Biographization in the contemporary reflecting on processes of constitution of the person; and reflections on concepts of Place. This research is inscribed in the theoretical-methodological perspective of the (Auto) Biographical Research, whose source was the Narrative (Auto) Biographical Interview, with music teacher Valdécio Fonseca and idealizer of the social project, "Música e Cidadania". The interpretative analysis prioritizes the fertility of the subjectivity of the person, constituting a field that privileges the observation of the processes of reflexivity of acting and narrating about itself in the biographical work of the collaborator of the research. When listening attentively, the word given by the teacher is now no more of him, but is configured as another - Author. In narrative a Professor Valdécio brings into his narrative discourses his postures of choices, decision-making and his own evaluation of the events chosen by him to be narrated. The conclusions indicate an epistemology of the biographical person that entwines in the narratives of the experience the reasons and emotions that lead a social project music teacher to do what he did. In the (Auto) Biographical Research in Musical Education, the teacher does not tell how he does it, but what he did of his life empowering himself as teacher of music of social project.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Departamento de Música, Programa de Pós-Graduação Música em Contexto, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:IdA - Mestrado em Música (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_KarinaFirminoVieira.pdf3,71 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.