Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24983
Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
ARTIGO_PolineuropatiasChagasicas.pdf498,11 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Polineuropatias chagasicas
Outros títulos: Chagasic polyneuritis
Autor(es): Fortes-Rêgo, J.
Assunto: Polineuropatia
Chagas, Doença de
Data de publicação: Jun-1979
Editora: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Referência: FORTES-RÊGO, J. Polineuropatias chagasicas. Arquivos de Neuro-Psiquiatria, São Paulo, v. 37, n. 2, p. 165-168, jun. 1979. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X1979000200007&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 20 nov. 2017. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X1979000200007.
Resumo: São apresentados os resultados obtidos em pesquisa "cega" realizada na área de São Felipe (BA), num total de 99 pacientes, sendo 50 com MG reagente e 49 com MG não reagente. O autor aponta o acometimento dos reflexos profundos como o achado mais freqüente entre os pacientes com MG reagente destacando que, entre os 20 pacientes com abolição de um ou mais reflexos profundos em 18 a reação de fixação de complemento para o tripanosoma era positiva no sangue e conclui pela existência de uma polineurite chagásica.
Abstract: The results of a research realized in a small community in the countryside of the state of Bahia, Brazil, where there is high frequency of infection by Trypanosoma cruzi. are reported. By evaluation the neurological clnical examination of 99 individuals it was observed that the most frequent finding on those 50 patients with positive sorology there was a diminution of deep reflexes. Additionally, it was found that among the 20 patients in whom more than one altered deep reflex was present, in 18 cases there were concomitant sorological evidence of Chagas disease.
Licença: Arquivos de Neuro-Psiquiatria - All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License (CC BY NC 4.0). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-282X1979000200007&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 20 nov. 2017.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X1979000200007
Aparece nas coleções:FMD - Artigos publicados em periódicos



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.