Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24916
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_IndiraGandhyPiresAlvesDePina.pdf2,42 MBAdobe PDFView/Open
Title: A precarização do trabalho em Cabo Verde : o caso da classe de estiva da ENAPOR – Porto da Praia
Authors: Pina, Indira Gandhy Pires Alves de
Orientador(es):: Nunes, Christiane Girard Ferreira
Assunto:: Capitalismo
Precarização do trabalho
Trabalho - aspectos sociais
Cabo Verde (País)
Issue Date: 31-Oct-2017
Citation: PINA, Indira Gandhy Pires Alves de. A precarização do trabalho em Cabo Verde: o caso da classe de estiva da ENAPOR – Porto da Praia. 2017. 184 f., il. Dissertação (Mestrado em Sociologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: Esta pesquisa teve por objetivo identificar os fatores que influenciam a precarização do trabalho em Cabo Verde, a partir da experiência dos trabalhadores de estiva do Porto da Praia. Entretanto, para a compreensão da atual precarização do trabalho, foi realizada a pesquisa bibliográfica baseando na literatura sociológica e, o debate se situou sobre as condições de trabalho trazidas pelo capitalismo de acumulação flexível/toyotismo, que colocou a sociedade capitalista em uma conjuntura de mudanças estruturais profundas resultantes, sobretudo, do processo de globalização, da hegemonia do neoliberalismo, da desregulamentação financeira e dos intensos avanços científico e tecnológico. Assim, o campo do trabalho passou por profundas transformações a partir da década de 70, sendo várias as transformações, exemplo a reestruturação produtiva, a flexibilização do trabalho e das relações de trabalho, o desemprego de longa duração, a crise do sindicalismo, etc. No entanto, se destacou nesta pesquisa a precarização do trabalho que tem sido aplicada para denominar um processo recente que decorreu da desestabilização de vínculo empregatício, prejudicando o desempenho do trabalhador, com a intensificação da jornada, desproteção, redução salarial, desregulamentação e terceirização, devido ao estabelecimento de novas formas de contratação flexível sem o respeito pela regulamentação trabalhista. Este tem sido o cenário mundial e, no qual, Cabo Verde se inseriu; de modo que, a precarização do trabalho tem sido observada a partir do impacto do processo da globalização no seu mercado de trabalho, no final dos anos 90, com o crescimento das taxas do subemprego, da informalidade e do desemprego; que se considerou nesta pesquisa serem os principais fatores que “alimentam” este fenômeno da precarização do trabalho no seu mercado. E, ainda, para se apoderar de um caso exemplar de precarização do trabalho em Cabo Verde realizou-se a pesquisa de campo com a classe de estiva do Porto da Praia. A coleta de dados para análise foi feita por meio da aplicação de questionário a 20 estivadores e 4 entrevistas semiestruturadas, a um Apontador, a um Estivador aposentado, ao Chefe de estiva e ao Presidente do SIACSA. Assim, a partir da análise e correlação dos indicadores, pôde-se inferir que esta atividade laboral no Porto da Praia, apresenta aspectos que a classifica com tendência à precarização, pois, já indica: jornadas longas e intensificadas; exigência de polivalência e versatilidade na realização das tarefas; fragmentação no trabalho com controle absoluto das tarefas pela chefia e pouca autonomia na sua realização; jornada de trabalho flexível; flexibilização das normas de trabalho; falta de perspectiva de crescimento profissional e de valorização pelo trabalho desempenhado; “captura” da subjetividade; baixos rendimentos; presença de assalariados informais e regime de contratação flexível.
Abstract: The central objective of this research is to identify the factors that influence the Cape Verdean labor precariousness, according to stowage workers in Porto da Praia. However, to understand this precariousness, a bibliographical research based on sociologic literature, and the debate focused on labor conditions as the result of capitalism accumulation flexibility/toyotism that provoke a huge structure modification in capitalistic society, especially, in globalization process, the neoliberalism hegemony, financial deregulation and technological progress. Henceforth, the work field has been through an immense transformation after 70´s decade, for example, productive restructuring, work flexibility and working relationship, unemployment for long period, and syndicalism crises, etc. However, the highlight of work precariousness in this research has been applied to rename a recent process that ensued destabilization of employment links, affecting the workers effort, journey intensification, unprotecting, wage reduction, deregulation and outsourcing, due the new way of hiring without following the principles of the work regulation. It is the world scenario, in which Cape Verde is inserted in; hence, the labor precariousness has been observed through the impact of globalization in labor market, in the end of the 90´s decade, the increasing tax of underemployment rate, and informality of unemployment, which is considered in this research to be the main factor that sustains this labor precariousness phenomenon in the market. And, still, to target or locate the particular spot of labor precariousness, there is a field research done in Cape Verde with class of stowage in Porto da Praia. This research did the data collect through the questionnaire application to 20 stowage workers, and 4 semi-structure interviews, a “pointer”, a retired stowage worker, the chief of the stowage, and the president of SIACSA. Thus, through the analysis of indicators association, it may assume this labor activity in Porto da Praia presents aspects that classify the precariousness tendency, already identified: Long journey and intensified; versatility required to perform the tasks; work fragmentation totally controlled by the chief and lack of autonomy to perform these tasks; journey of flexible work that imply the unsteadiness of working and non-working time; flexibility of the work norms; lack of increasing professional perspective and gratitude of the work done; subjectivity of “capture”; low incomes; informal employees presence and flexible hiring administration.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Sociologia, 2017.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:SOL - Mestrado em Sociologia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/24916/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.