Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24903
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_ElizabetteCaldasFerreira.pdf3,14 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Proposta de metodologia de gestão de riscos para projetos ágeis de software no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (INEP)
Autor(es): Ferreira, Elizabette Caldas
Orientador(es): Reis, Ana Carla Bittencourt
Assunto: Gestão de riscos
Políticas públicas educacionais
Desenvolvimento de software
Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP)
Data de publicação: 30-Out-2017
Data de defesa: 26-Jul-2017
Referência: FERREIRA, Elizabette Caldas. Proposta de metodologia de gestão de riscos para projetos ágeis de software no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (INEP). 2017. xvi, 132 f., il. Dissertação (Mestrado Profissional em Computação Aplicada)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Visando atender as necessidades finalísticas do INEP, a Diretoria de Tecnologia e Disseminação de Informações Educacionais (DTDIE) desenvolve sistemas censitários e avaliativos para levantamento de dados que posteriormente possam gerar indicadores a fim de subsidiar a formulação de políticas públicas educacionais [46]. Este trabalho trata-se de estudo de caso realizado com base nos dados dos sistemas da Coordenação Geral de Sistemas de Informação (CGSI) subordinada a DTDIE. Analisando quantitativamente os dados dos sistemas da CGSI, foi possível diagnosticar que aproximadamente 48% de todas as ordens de serviços (OSs) de desenvolvimento de software foram entregues em atraso. Para entender as possíveis causas destes atrasos, foi realizada análise de causas raízes, por meio da FTA (Análise da Árvore de Falhas). Neste contexto, somando-se às recomendações por órgãos de controle sobre a adoção da gestão de riscos, avistou-se a necessidade de se propor uma metodologia de gestão de riscos com vistas a aumentar a perspectiva de sucesso dos projetos. A elaboração da metodologia de gestão de riscos propõe uma integração ao ciclo de desenvolvimento ágil de software adotado na coordenação. Para isso, foi desenvolvido o processo da gestão de riscos, alinhado à norma ISO/IEC 31000:2009 em conjunto com as recomendações constantes na instrução normativa INC MP/CGU N o 01/2016, integrada às etapas de desenvolvimento de software abarcadas no framework Scrum [93] [64]. Assim, foram analisados os modelos mais atuais de integração da gestão de riscos e métodos ágeis, por fim, dando origem a um modelo próprio. Esta metodologia também define um fluxograma evidenciando quais ferramentas poderão ser utilizadas em cada atividade da gestão de riscos. Ainda, foi desenvolvido um checklist de riscos comuns em projetos de software, para auxiliar na atividade de identificação dos riscos. Também foi elaborada proposta de template de Relatório de Gestão e Comunicação dos Riscos, que contemple todo o gerenciamento e monitoramento, podendo ser customizado dentro de software de gestão de riscos.
Abstract: In order to meet the final needs of INEP, the Educational Information Technology and Dissemination Board (DTDIE) develops census and evaluation systems for data collection that can later generate indicators to subsidize the formulation of educational public policies [46]. This work is a case study based on data from the General Information System Coordination (CGSI) systems under DTDIE. This General Coordination is directly responsible for the development, maintenance and support of INEP’s final systems. By quantitatively analyzing data from CGSI systems, it was possible to diagnose that approximately 48 % of all software development service orders (OSs) were delivered behind schedule. In order to understand the possible causes of these delays, a root cause analysis was performed through the Fault Tree Analysis (FTA). In this context, risk management is highly recommended because it presents risk mitigation actions as a way to prevent them from materializing and can increase the probability of reaching institutional goals. That is the reason the adoption of risk management has been widely recommended by the government controlling bodies. The proposed risk management methodology suggests an integration to the cycle of agile software development adopted. For this purpose, the risk management process was developed according to ISO / IEC 31000: 2009 and the recommendations of Normative Instruction INC MP / CGU N o 01/2016 and totally integrated to the Scrum Framework software development stages [93] [64]. Prior to the model definition, most current models of risk management and agile methods integration were analyzed. Proposed Methodology also defines a flow chart showing tools that could be used in each risk management activity. Also, a checklist of common risks in software projects was developed to assist the risk identification activity. Finally, a template for the Risk Management and Communication Report is presented. This document includes all management and monitoring activities and could be used to provide transparency to risks.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Exatas, Departamento de Ciência da Computação, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:MPCA - Mestrado Profissional em Computação Aplicada (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.