Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24791
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_AnaCarolineMartinsVieira.pdf4,58 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Hidrogéis superabsorventes de biomassa do Cerrado : síntese e caracterização
Autor(es): Vieira, Ana Caroline Martins
Orientador(es): Brum, Sarah Silva
Assunto: Tingui
Cerrados - frutas
Hidrogel natural
Gel natural
Purificação
Data de publicação: 10-Out-2017
Referência: VIEIRA, Ana Caroline Martins. Hidrogéis superabsorventes de biomassa do Cerrado: síntese e caracterização. 2015. 94 f., il. Dissertação (Mestrado em Tecnologias Química e Biológica)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: O Tingui (Magonia pubescens) é um fruto típico do Cerrado Brasileiro e produz um hidrogel natural de características ímpares cuja função principal no Ambiente é a germinação. Hidrogéis são polímeros capazes de absorver grandes quantidades de água e suas aplicações variam de produtos de higiene pessoal como fraldas descartáveis a usos médicos como lentes de contato e liberação controlada de fármacos. Os géis naturais possuem as vantagens de serem biocom-patíveis, biodegradáveis e atóxicos, e neste trabalho, o hidrogel de Magonia pubescens foi pu-rificado através de métodos oxidativos e modificado com N’-N-metilenobisacrilamida (MBAAm) a fim de se obter um produto com características físico-químicas atraentes para sua posterior utilização em diversas aplicações. O Hidrogel Purificado Modificado (HPM) foi ava-liado por análises térmicas (termogravimetria e calorimetria exploratória diferencial), espec-troscopia na região do infravermelho, análise textural (microscopia eletrônica de varredura e microscopia ótica) e capacidade de absorção de água. O método de purificação empregado se mostrou eficiente não alterando a absorvência do hidrogel e transformando em um produto ho-mogêneo e translúcido. Após a modificação, o HPM apresentou capacidade de absorver e re-absorver mais de 80 vezes sua própria massa. As de análises de FT-IR e TG/DTG/DSC revela-ram a incorporação de MBAAm na matriz polimérica pelo do surgimento de bandas caracterís-ticas do grupamento amida e maior estabilidade térmica do produto final. As análises texturais mostraram ainda a aparência fibrosa e porosa do material.
Abstract: Tingui (Magonia pubescens) is a typical fruit of the Brazilian Cerrado and produces a unique natural hydrogel which the main function in the Environment is germination. Hydrogels are polymers swollen by large amounts of water. They may be applied to hygienic products such as disposable diapers, biomedical applications such as contact lenses and drug delivery. The natural gels have the advantages of being biocompatible, biodegradable and non-toxic and, in this paper, the Magonia pubescens hydrogel was purified by oxidative methods and modified with N-N'-methylenebisacrylamide (MBAAm) to obtain a pure product with physic-chemical properties that make them suitable for different applications. Characterization of the Modified Purified Hydrogel (MPH) was performed by thermal analysis (Thermogravimetry and Differ-ential Scanning Calorimetry) FT-IR spectroscopy, morphological aspects (Scanning Electron Microscopy and Optical Microscopy) and rate of swelling water. The purification method em-ployee was very efficient not been badly to hydrogels absorbency and making a homogeneous and translucent product. After modifying MPH, the rate of swelling one and twice of the hy-drogel was 80 times bigger. From FT-IR spectrocopy and TG / DTG / DSC the cross-linking reaction between MBAAm and Purified Hidrogel (PH) was confirmed by appearance of new amide adsorption bands and thermal stability of the final product. The morphological analysis also showed the fibrous and porous appearance of the material.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Química, Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Química e Biológica, 2015.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:IQ - Mestrado em Tecnologia Química e Biológica

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.