Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24726
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_PossiveldesvirtuarParticipacaoSocial.pdf1,07 MBAdobe PDFView/Open
Title: É possível desvirtuar a participação social na gestão dos recursos hídricos? : análise espacial aplicada ao Comitê de Bacia Hidrográfica do rio Paraguaçu (BA)
Authors: Pereira, Maria do Carmo Nunes
Saito, Carlos Hiroo
Assunto:: Bacias hidrográficas - Bahia (BA)
Recursos hídricos
Geopolítica
Participação social
Issue Date: 2012
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade de Brasília
Citation: PEREIRA, Maria do Carmo Nunes; SAITO, Carlos Hiroo. É possível desvirtuar a participação social na gestão dos recursos hídricos?: análise espacial aplicada ao Comitê de Bacia Hidrográfica do rio Paraguaçu (BA). Espaço e Geografia, Brasília, v. 15, n. 1, p. 21-48, 2012. Disponível em: <http://www.lsie.unb.br/espacoegeografia/index.php/espacoegeografia/article/view/189/143>. Acesso em: 11 jul. 2017.
Abstract: O trabalho produziu uma análise espacial do quantitativo de membros representantes do Comitê de Bacia Hidrográfica do rio Paraguaçu (CBHP), Bahia, no período de 2006/2009, e suas implicações para a gestão participativa e dos conflitos em torno dos usos múltiplos dos recursos hídricos. A partir do domicílio de cada representante, foi quantificado o número de representantes no CBHP por município e feita a cartografia desse quantitativo. O resultado revelou a existência de uma superrepresentação no CBHP dos irrigantes do trecho alto da bacia do rio Paraguaçu. A consequência é a hegemonia política de uma região sobre as demais, que configura uma geometria de poder conformada pela existência de pólos concentradores de poder político, que possivelmente expresse polarização econômica. Com base nos resultados, problematiza-se os critérios de composição dos comitês de bacia hidrográfica, baseados na representação por setor de usuários, sem levar em consideração a origem geográfica e a vinculação regional ao território.
Abstract: This paper produced a spatial analysis of the quantitative of representative members of the Water basin Committee of Paraguaçu river (CBHP), Bahia, in the period 2006/2009, and its implication for participatory and conflict management around the multiple uses of water resources. From the home address of each representative in CBHP, it has been quantified the number of representatives per municipalities and it was made the mapping of this quantitative. The result showed the existence of an overrepresentation of irrigators from the upper portion of water basin. The consequence is a political hegemony of one region over the others ones that constitutes a geometry of power conformed by the existence of hubs poles of political power, possibly expressing the economic polarization in the territory. Based on the results, it was discussed the criteria for the composition of the water basin committees, based on representation by users of water resources, regardless of geographic origin and linkage to the regional territory.
Licença:: Espaço & Geografia está licenciado sob uma licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported. Fonte: <http://www.lsie.unb.br/espacoegeografia/index.php/espacoegeografia/article/view/189/143>. Acesso em: 11 jul. 2017.
Appears in Collections:CDS - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/24726/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.