Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24716
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_EducacaoAmbientalFormacao.pdf1,69 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Educação Ambiental e Formação de Professores no PARFOR da Universidade do Estado do Pará
Outros títulos: Environmental education and teacher training in the PARFOR in Para State University
Educación ambiental y formación de profesores en PARFOR de la Universidad del Estado de Pará
Autor(es): Silva, Lucicléia Pereira da
Oliveira, Lívia Miranda de
Souza Filho, Erasmo Borges de
Saito, Carlos Hiroo
Assunto: Educação ambiental
Professores - formação
Biodiversidade
Proteção ambiental
Data de publicação: 2015
Editora: Programa de Pós Graduação em Educação da UNIMEP - Editora UNIMEP - Universidade Metodista de Piracicaba
Referência: SILVA, Lucicléia Pereira da et al. Educação Ambiental e Formação de Professores no PARFOR da Universidade do Estado do Pará. Comunicações, v. 22, n. 2, ed. esp., p. 191-216, 2015. Disponível em: <https://www.metodista.br/revistas/revistas-unimep/index.php/comunicacoes/article/view/2323>. Acesso em: 10 jul. 2017. doi: http://dx.doi.org/10.15600/2238-121X/comunicacoes.v22n2ep191-216.
Resumo: Discussões e práticas de Educação Ambiental (EA), especificamente quanto a questões socioambientais, no campo da formação inicial de professores, em grande parte, têm sido direcionadas a estudos a respeito de concepções acerca da relação humano-ambiente, carecendo de fundamentação teórica e metodológica para compreensão dessa temática e desenvolvimento de ações, tanto em espaços formais como não formais. Neste artigo, apresenta-se a análise da aprendizagem relacionada ao tema conflitos socioambientais dos graduandos, mediada pela aplicação do material didático PROBIO-Educação Ambiental (PROBIO-EA), realizada durante a disciplina Estágio Supervisionado I: vivências em espaços não formais, ofertada para uma turma de graduandos em Biologia cursando o 5º módulo (semestre), no âmbito do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica – PARFOR em execução na Universidade do Estado do Pará. A questão fundamental neste trabalho é: A partir do uso do material didático PROBIO-EA, ocorre efetivamente a reoperacionalização de conceitos e exemplos no conhecimento prévio dos graduandos? O procedimento metodológico envolveu a aplicação de um questionário para sondagem do conhecimento prévio dos graduandos em relação a conflitos socioambientais e à pedagogia dialógico-problematizadora; discussão, planejamento e aplicação em praça pública do material didático junto à comunidade do município de Castanhal, onde está localizado um dos campi da universidade; feedback com um segundo questionário para avaliar a aprendizagem ocorrida após realização da prática. A partir dos dados obtidos, procedeu-se a análise de conteúdo de todo o processo de construção de conhecimentos, cujos resultados são apresentados no presente artigo.
Abstract: Discussions and practices in Environmental Education (EE), but specifically about environmental issues in the field of initial teacher education have been directed largely to studies on conceptions of the human-environment relationship, lacking theoretical and methodological foundation for understanding this thematic and development activities, both formal and non-formal spaces. The present study brings the analysis of the knowledge construction process, about the above issues, during the Supervised Traineeship discipline: some experiences in non-formal spaces, offered to graduating class in biology attending the 5th module (semester), under the National Plan for Training of Basic Education Teachers – PARFOR running in the Pará State University, mediated by dialogical problem-pedagogy from the use of teaching materials PROBIO- Environmental Education (PROBIO-EA). The fundamental question in this paper is: do rearrangements of concepts and examples in the prior knowledge of the students effectively occurs from the use of PROBIO-EA didactic material? The methodological procedure involved the application of a questionnaire to survey the previous knowledge of the students in relation to socio-environmental conflicts and dialogical problem-posing pedagogy; discussion, planning and the use of the teaching material in a public square in the Castanhal city where it is located one of the university campuses; feedback with a second questionnaire to assess the learning that took place after completion of practice. From the data obtained we proceeded to the content analysis of the whole process of knowledge construction, which results are presented in this article.
Resumen: Discusiones y prácticas de Educación Ambiental (EA), mas especificamente a respecto de cuestiones socioambientales, campo de formación inicial de profesores han sido direccionadas, en gran parte, a estudios sobre concepciones acerca de la relación hombre- ambiente, careciendo de fundamentación teórica y metodológica para comprensión de esa temática y desarrollo de acciones, tanto en espacios formales como no formales. En el presente estudio se presenta el análisis del proceso de construcción de conocimientos, sobre las cuestiones anteriores, en la disciplina Estágio Supervisionado I: vivencias em espacios no formales, ofrecida para alumnos de biología cursando el 5º módulo (semestre), en el ámbito del Plan Nacional de Formación de Profesores de Educación Básica – PARFOR en ejecución en la Universidad del Estado de Pará, mediados por la pedagogía dialógico-problematizadora a partir del uso del material didáctico PROBIO-Educación Ambiental (PROBIO-EA). La cuestión fundamental en este trabajo es si desde el uso Del material didáctico PROBIO-EA ocurre efectivamente cambios de conceptos y ejemplos en el conocimiento previo de los estudiantes. El procedimiento metodológico envolvió la aplicación de un cuestionario para sondaje del conocimiento previo de los alumnos em relación a conflictos socioambientales y pedagogía dialógico-problematizadora; discusión, planificación y aplicación en plaza pública del material didáctico junto a la comunidad Del municipio de Castanhal, municipio donde está localizado uno de los campi de la universidad; feedback con un segundo cuestionario para evaluar el aprendizaje adquirido después de la realización de la práctica. A partir de los datos obtenidos se analizó el contenido de todo el proceso de construcción de conocimientos, cuyos resultados son presentados en El presente artículo.
Licença: Comunicações - Declaração de Direito Autoral - Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Creative Commons Attribution License, permitindo o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria do trabalho e publicação inicial nesta revista. Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista. O conteúdo apresentado no texto é original e inédito, não tendo sido publicado (em sua totalidade) em outro periódico. Caso alguma parte do texto submetido tenha sido apresentada em evento científico e/ou publicada em anais, deve-se informar na carta ao editor o evento, a publicação e o modo como o artigo apresentado amplia e desenvolve o que já foi apresentado anteriormente. * Não será cobrado nada aos autores par publicação nessa revista. Fonte: https://www.metodista.br/revistas/revistas-unimep/index.php/comunicacoes/about/submissions#copyrightNotice. Acesso em: 10 jul. 2017.
DOI: http://dx.doi.org/10.15600/2238-121X/comunicacoes.v22n2ep191-216
Aparece nas coleções:CDS - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.