Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24681
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_ClarissaRochadosSantos.pdf1,89 MBAdobe PDFView/Open
Title: Uso de células tronco mesenquimais, derivadas de tecido adiposo, na reparação da osteotomia após avanço da tuberosidade tibial em cães
Other Titles: Use of adipose-derived mesenchymal stem cells in repair of osteotomy after tibial tuberosity advancement in dogs
Authors: Santos, Clarissa Rocha dos
Orientador(es):: Lima, Eduardo Maurício Mendes de
Assunto:: Tuberosidade tibial
Células-tronco - veterinária
Ligamento cruzado cranial
Cão - doenças
Issue Date: 2-Oct-2017
Citation: SANTOS, Clarissa Rocha dos. Uso de células tronco mesenquimais, derivadas de tecido adiposo, na reparação da osteotomia após avanço da tuberosidade tibial em cães. 2017. xviii, 45 f., il. Dissertação (Mestrado em Saúde Animal)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: A ruptura do ligamento cruzado cranial é a afecção ortopédica mais comum entre os cães. Dentre as diversas técnicas para tratamento desta afecção, o avanço da tuberosidade tibial tem sido empregada para se obter uma rápida recuperação do joelho afetado. Uma desvantagem desta técnica é a formação de um espaço ósseo que se forma entre a tuberosidade tibial e a epífise proximal da tíbia após a realização da osteotomia. Normalmente este espaço ósseo pode levar mais de quatro meses para se consolidar. Estudos afirmam que a utilização de células-tronco pode aumentar a reparação de defeitos ósseos críticos em animais, mas a recuperação óssea com o auxílio de células-tronco após osteotomias corretivas no tratamento da ruptura do ligamento cruzado cranial ainda não foi totalmente comprovada. Este trabalho teve como objetivo avaliar a viabilidade do uso de células-tronco mesenquimais implantadas no sítio de osteotomia obtido pelo de avanço da tuberosidade tibial em 9 cães diagnosticados com RLCC. No mesmo procedimento foram coletados, de todos os animais, um fragmento de tecido adiposo para envio ao laboratório e extração das células tronco mesenquimais. O estudo foi realizado em duplo-cego, sem que o médico veterinário ou o proprietário soubessem quais animais iriam receber células tronco e quais animais receberiam placebo. Os animais foram divididos em dois grupos. No grupo tratado os animais receberam meio de transporte celular contendo células-tronco devidamente cultivadas e o grupo controle recebeu somente o meio de transporte celular. Uma parte das células permaneceu no laboratório e foi induzida à diferenciação celular para tecido ósseo. Outra parte das células foi enviada para o laboratório MOFA nos Estados Unidos da América a fim de realizar a caracterização molecular. Foram realizadas radiografias seriadas após 15, 30, 60, 90 e 120 dias do procedimento. A avaliação da densidade do osso trabecular a partir da substância esponjosa foi feita usando o software Adobe Photoshop CS6, analisando as imagens de raios-x. Posteriormente as imagens dos dois grupos foram processadas pelo software Image-Pro Plus 4.1. Realizou-se a análise estatística descritiva para obtenção da média e do desvio padrão e do teste de normalidade de Kolmogorov-Smirnov. Em ambas as avaliações, foi possível observar que o grupo controle obteve melhores resultados que o grupo tratado somente nos primeiros 30 dias, não obtendo diferença estatística nos demais períodos. Possivelmente obteve-se um atraso no período de diferenciação, justificável devido à necessidade de reorganização decorrente do processo inflamatório após a introdução das células tronco.
Abstract: The cranial cruciate ligament rupture (CCLR) is the most common orthopedic affection in dogs. Studies state that the use of stem cells can increase the repair of critical bone defects in large animals, but the bone recovery using stem cells after corrective osteotomies in CCLR treatment has not been totally proven yet. This study had an objective to evaluate the viability of using mesenchimal stem cells (MST) implanted on osteotomy site through the tibial tuberosity advancement in 9 dogs has been diagnosed with CCLR. At the same procedure was collected, from all animals, a fat tissue fragment to be sent to the laboratory and extraction of the mesenchymal stem cells. The study was double-blinded, without the knowledge of what animals would receive the stem cells treatment by the veterinarian neither by the owner. The animals were splitted in two groups, the treated group and the control group. The treated group received the stem cells properly cultivated and the control group received only the transport solution where the stem cells were forwarded. A portion of the cells remained at lab and was induced to differentiation of the bone cells. Another portion of the cells was sent to the MOFA lab at United States of America to perform molecular characterization. Serial x-rays were performed after 15, 30, 60, 90 and 120 days of procedure. The density evaluation of the trabecular bone from spongy substance was done using the software Adobe Photoshop CS6, analyzing the x-ray images. Posteriorly, the images from the two groups was processed by the software Image-Pro Plus 4.1. It was carried out the descriptive statistics analysis to obtain the mean and the standard deviation and the Kolmogorov-Smirnov normality test. In both evaluation was possible to observe that control group obtained better results than treated group in the first 30 days, not obtaining statistical differences in the other periods. Possibly it can be explained by the delay in the period of cell differentiation owing the necessity of reorganization due the inflammatory process after the stem cell introduction.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Programa de Pós-Graduação em Saúde Animal, 2017.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FAV - Mestrado em Saúde Animal (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/24681/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.