Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24624
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_MilenaOliveiradaSilva.pdf1,8 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Corpo, cultura e obesidade : desenvolvimento de posicionamentos dinâmicos de si em mulheres submetidas à gastroplastia
Autor(es): Silva, Milena Oliveira da
Orientador(es): Branco, Angela Maria Cristina Uchôa de Abreu
Assunto: Obesidade - aspectos psicológicos
Psicologia cultural
Gastroplastia
Cirurgia bariátrica
Obesidade em mulheres
Data de publicação: 22-Set-2017
Referência: SILVA, Milena Oliveira da. Corpo, cultura e obesidade: desenvolvimento de posicionamentos dinâmicos de si em mulheres submetidas à gastroplastia. 2017. xi, 212 f., il. Tese (Doutorado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Considerada epidemia mundial e fenômeno crescente no Brasil, a obesidade gera discussões no âmbito das ciências médicas e das políticas públicas. Defendemos aqui a necessidade de mais estudos sobre suas consequências psicológicas e sociais, em especial no que se referem à vivência subjetiva da obesidade pelos sujeitos, que estão nesta condição. Com o fundamento das perspectivas da psicologia cultural e da teoria do self dialógico, objetivamos identificar e analisar no discurso narrativo de mulheres obesas e em processo de emagrecimento via gastroplastia, como estas significavam suas vivências, experiências e expectativas para o futuro, constituindo significações sobre si e posicionamentos dinâmicos em seu sistema de self ao longo de suas interações sociais mediadas, especialmente, pelo corpo obeso. O percurso metodológico foi composto por uma pesquisa longitudinal qualitativa que acompanhou três mulheres adultas através de entrevistas individuais realizadas em três tempos entre 2014 e 2016. A realização de entrevistas em diversos momentos do seu desenvolvimento, considerando a realização da cirurgia bariátrica como ponto de convergência de suas trajetórias, mostrou-se como recurso metodológico adequado na investigação da temática do presente estudo. A partir da análise dos resultados, e tendo em vista os objetivos do estudo, estes foram agrupados em três eixos gerais: (1) o corpo como signo; (2) a questão cultural da obesidade e (3) a vivência subjetiva da obesidade e emagrecimento. A análise qualitativa dos dados revelou aspectos importantes da dinâmica da gordofobia, seu poder de canalização da trajetória subjetiva do obeso e a importância da alteridade no desenvolvimento do self. A tese, portanto, contribuiu para o avanço do conhecimento sobre as relações entre obesidade, self e preconceito, oferecendo subsídios para a atuação de psicólogos, educadores e profissionais de saúde.
Abstract: Considered as a worldwide epidemic, and consisting of a growing phenomenon in Brazil, obesity generates discussions in medical sciences and public policies. Here we argue for the need of further studies about obesity’s psychological and social consequences, especially regarding the subjective experience of obese subjects. Based on the perspectives of cultural psychology and dialogical self theory, we aimed to identify and analyze the narrative discourse of obese women in the process of weight loss through gastroplasty, how they made sense of their experiences, their expectations for the future, their dynamic self positionings in their selfsystem along their social interactions mediated, especially, by the obese body. The methodological approach consisted of a qualitative longitudinal study that investigated three adult women through individual interviews conducted in three times, between 2014 and 2016. Interviews, therefore, were carried out in different moments of their development, considering the bariatric surgery as a point of convergence of their trajectories, what proved to be an adequate methodological resource in the investigation of the topic of the present study. From the analysis of the results, several items related to the objectives of the study were grouped into three general axes: (1) the body as a sign; (2) obesity as a cultural issue; and (3) the subjective experience of obesity and weight loss. The data qualitative analysis revealed important aspects of the dynamics of the prejudice against fat people, its channeling power on the subjective trajectory of the obese, and the importance of alterity in the development of the self. These findings, thus, contribute to the advancement of knowledge about the relations between obesity, self, culture and prejudice, as well as offer subsidies for the work of psychologists, educators and health professionals.
Informações adicionais: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:PED - Doutorado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde (Teses)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.