Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24597
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_RafaelaLisboaCosta.pdf17,08 MBAdobe PDFView/Open
Title: Cenários futuros de mudanças climáticas e impactos do conforto térmico humano em áreas urbanizadas
Other Titles: Future scenarios of climate change and impacts of human thermal comfort in urbanized areas
Authors: Costa, Rafaela Lisboa
Orientador(es):: Baptista, Gustavo Macedo de Mello
Assunto:: Conforto térmico
Precipitação (Meteorologia)
Mudanças climáticas
Meteorologia
Issue Date: 20-Sep-2017
Citation: COSTA, Rafaela Lisboa. Cenários futuros de mudanças climáticas e impactos do conforto térmico humano em áreas urbanizadas. 2017. 158 f., il. Tese (Doutorado em Geociências Aplicadas)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: O objetivo deste estudo foi avaliar os impactos das mudanças climáticas no grau de conforto e/ou desconforto térmico, sentido pela população de áreas urbanas da Região Nordeste do Brasil. Para a realização deste estudo, foram utilizados dados das 96 estações meteorológicas convencionais do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), distribuída por toda região de estudo. Inicialmente, procurou-se mostrar o comportamento das variáveis meteorológicas temperatura e precipitação, desde o ano de 1961 ao ano de 2014, por meio índices que avaliam tendências de ocorrência de extremos climáticos, Os impactos das mudanças climáticas foi investigado com base na média dos resultados de quatro modelos climáticos globais, ECHAM5-OM, HADGEM2-ES, BCM2 e o CNRMCM3, para dois cenários de emissões de gases de efeito estufa, A1B e A2 que tiveram suas projeções futuras regionalizadas para o período 2021-2080 com o emprego da técnica de downscaling estatístico. Para avaliar o conforto/desconforto térmico, utilizouse o Índice de Desconforto de Kawamura (IDK), onde foi possível fazer uma avaliação das consequências das mudanças climáticas, no grau de conforto/desconforto térmico na região Nordeste, por meio de uma análise futura para esse índice. Por fim, por meio do uso da técnica de sensoriamento remoto, tentou-se identificar ilhas de calor em áreas urbanas pré-selecionadas, assim como, avaliar se houve expansão da mancha urbana e o comportamento do conforto térmico humano nessas áreas. Os resultados encontrados permitiram concluir que: (i) Por meio do uso de índices que avaliam tendências de extremos, durante os anos de 1961 a 2014, houve uma diminuição significativas das chuvas em toda a região e, também, aumento das temperaturas, tanto máximas como mínimas; (ii) Poderá haver redução da precipitação nos respectivos períodos chuvosos das sub-regiões do Nordeste, aumento das temperaturas máximas no primeiro semestre e diminuição em extensas áreas do setor norte do Nordeste em meses do segundo semestre, principalmente para o cenário A2. Para as temperaturas mínimas os resultados apontam para tendência de aumento em todo o ano com destaque para os meses de inverno, em toda a região; (iii) As análises dos cenários do IDK apontam para um aumento de dias com desconforto pelo calor entre 2021 e 2080. A principal tendência de aumento se dá na segunda metade desse período, entre 2051 e 2080. Na porção norte do Nordeste deve predominar dias com desconforto pelo calor já entre 2021 e 2050. Na porção leste a prevalência de dias com desconforto pelo calor se dá no período de 2051 a 2080, e na parte centro-oeste da região, que no período de referência, registrou menos de 1% dos dias com desconforto pelo calor, deve entre 2021 a 2050 ter 7% dos seus dias nessa classificação, atingindo 48% dos dias desconfortáveis pelo calor; (iv) Por meio do uso dos satélites Landsat 5 e 8, na banda termal, foi possível identificar ilhas de calor na áreas pré-selecionadas, por meio da obtenção da temperatura de superfície. Para o IDK, apesar desse índice, de forma geral, apresentar a situação de conforto, para algumas áreas foram observados situações de desconforto e estresse térmico devido ao calor, principalmente, no ano de 2016. O uso de dados observados fez-se necessário com o intuito em corroborar com as informações dos satélites.
Abstract: The objective of this study was to evaluate the impacts of climate change on the degree of comfort and/or thermal discomfort felt by the population of urban areas of the Northeast Region of Brazil. For this study, data from the 96 meteorological stations of the National Institute of Meteorology (INMET), distributed throughout the study region, were used. Initially, it was tried to show the behavior of the meteorological variables temperature and precipitation, from the year of 1961 to the year 2014, through indices that evaluate trends of occurrence of climatic extremes. The impacts of climate change were investigated based on the average of the results of four global climate models, ECHAM5-OM, HADGEM2-ES, BCM2 and CNRM-CM3, for two scenarios of greenhouse gas emissions, A1B and A2, which had their future projections regionalized for the period 2021-2080 with employment Statistical downscaling technique. In order to evaluate thermal comfort/discomfort, the Kawamura Discomfort Index (IDK) was used, where it was possible to evaluate the consequences of climatic changes in the degree of thermal comfort/discomfort in the Northeast region, through a future analysis For this index. Finally, through the use of the remote sensing technique, it was tried to identify heat islands in pre-selected urban areas, as well as to evaluate if there was an expansion of the urban spot and the behavior of the human thermal comfort in these areas. The results showed that: (i) Through the use of indices that evaluate extreme trends, during the years 1961 to 2014, there was a significant decrease in rainfall throughout the region, as well as an increase in both maximum temperatures As minimums; (ii) There may be a reduction in precipitation in the respective rainy periods of the northeastern subregions, an increase in maximum temperatures in the first semester, and a decrease in large areas of the northern Northeast sector in the second half of the year, mainly in scenario A2. For the minimum temperatures, the results show a tendency to increase throughout the year, with emphasis on the winter months, throughout the region; (iii) Analyzes of the IDK scenarios point to an increase in days with heat discomfort between 2021 and 2080. The main trend of increase is in the second half of this period, between 2051 and 2080. In the northern part of the Northeast, With discomfort from the heat already between 2021 and 2050. In the eastern part the prevalence of days with heat discomfort occurs in the period from 2051 to 2080, and in the central-western part of the region, which in the reference period, recorded less than 1% Of the days with heat discomfort, should between 2021 and 2050 have 7% of their days in this classification, reaching 48% of the days uncomfortable by the heat; (iv) Using the Landsat 5 and 8 satellites in the thermal band, it was possible to identify heat islands in the pre-selected areas by obtaining the surface temperature. For IDK, in spite of this index, in general, to present the comfort situation, for some areas were observed situations of discomfort and heat stress due to heat, mainly in the year 2016. The use of observed data was necessary with the intention to corroborate with the information of the satellites.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Geociências, Pós-Graduação em Geociências Aplicadas, 2017.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:IG - Doutorado em Geociências Aplicadas (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/24597/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.