Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24580
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_SaudeMentalContextosIndigenas.pdf1,05 MBAdobe PDFView/Open
Title: Saúde mental em contextos indígenas : escassez de pesquisas brasileiras, invisibilidade das diferenças
Authors: Batista, Marianna Queiróz
Zanello, Valeska
Assunto:: Saúde mental
Índios
Grupos étnicos
Issue Date: Dec-2016
Citation: BATISTA, Marianna Queiróz; ZANELLO, Valeska. Saúde mental em contextos indígenas: escassez de pesquisas brasileiras, invisibilidade das diferenças. Estudos de Psicologia, Natal, v. 21, n. 4, p. 403-414, dez. 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-294X2016000400403&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 20 set. 2017. doi: http://dx.doi.org/10.5935/1678-4669.20160039.
Abstract: O presente trabalho teve como objetivo realizar um levantamento de artigos produzidos sobre o tema saúde mental em contextos indígenas entre os anos de 1999 e 2012 nas principais plataformas científicas brasileiras (SciELO e BVS-PSI). Foram utilizados três grupos de descritores, perfazendo 62 buscas, as quais encontraram 5510 resultados, dos quais, depois de analisados, sobraram apenas 14 artigos. Foram levantados dados quanto à distribuição por ano de publicação, tema e objeto da pesquisa, etnia e região geográfica abrangida, participação ou não dos profissionais de psicologia no estudo; entre outros. Além disso, foi avaliado se os conceitos de saúde mental e indígena foram ou não problematizados, levando-se em consideração a alteridade e diversidade cultural destes povos. Conclui-se que as pesquisas são incipientes e carecem de reflexão epistemológica para fundamentar a complexidade desse diálogo intercultural que discute saberes advindos de referenciais originalmente tão distintos.
Abstract: Mental health in indigenous contexts: Scarcity of Brazilian researches, invisibility of differences. This study aimed to conduct a survey of articles produced on the topic mental health in indigenous contexts between the years 1999 and 2012 in the main Brazilian scientific platforms (SciELO and BVS-PSI). Three groups of descriptors were used, totaling 62 searches, which found 5510 results. Of these, only 14 articles remained after analysis. Data was collected on the distribution by year of publication, subject and object of research, ethnicity and geographic region covered, participation or not of psychology professionals in the study, among others. Also, we assessed whether the concepts of mental health and indigenous were or not problematized, taking into account the alterity and cultural diversity of these people. It was concluded that the researches are incipient and lack on epistemological reflection to support the complexity of this intercultural dialogue, which discusses knowledge arising from references that are originally so distinct.
Licença:: Estudos de Psicologia (Natal) - Este é um artigo publicado em acesso aberto (Open Access) sob a licença Creative Commons Attribution, que permite uso, distribuição e reprodução em qualquer meio, sem restrições desde que o trabalho original seja corretamente citado. Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-294X2016000400403&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 17 set. 2017.
DOI: http://dx.doi.org/10.5935/1678-4669.20160039
Appears in Collections:PCL - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/24580/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.