Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24545
Título: Hipermodernidade e hipercinema na obra de David Fincher
Autor(es): Bonfim, Thalyta Fernandes
Orientador(es): Sá, Sérgio Araújo de
Assunto: Hipermodernidade
Cinema
Cinema - estética
Narrativa cinematográfica
Data de publicação: 15-Set-2017
Data de defesa: 4-Abr-2017
Referência: BONFIM, Thalyta Fernandes. Hipermodernidade e hipercinema na obra de David Fincher. 2017. 112 f., il. Dissertação (Mestrado em Comunicação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Para Gilles Lipovetsky, o que está sendo vivido entre o final do século XX e início do século XXI é um novo tipo de modernidade. Uma versão acelerada, exacerbada, hiper da anterior. Dentro dessa configuração social, surge uma nova forma de fazer filmes, regulada pela lógica hipermoderna que exige, entre outras coisas, a velocidade, o exagero e a aceitação: trata-se do hipercinema. David Fincher é um popular diretor hollywoodiano, contemporâneo deste período histórico. Seus filmes trazem várias marcas registradas, deixando clara a identidade própria do diretor. Esta pesquisa buscou determinar as características definidoras da hipermodernidade e do hipercinema, assim como descritas pelo autor supracitado e seus pares Sébastien Charles e Jean Serroy, para que fosse possível averiguar as formas de representação destes tempos em narrativas cinematográficas da mesma época. Por meio de uma análise fílmica de cunho interpretativo sociohistórico, foi proposta uma metodologia que englobou a observação de imagem, som e narrativa dos dez longas-metragens de David Fincher, focando em fragmentos fílmicos que se destacassem à luz da teoria adotada. Foi constatado que, apesar de não representar as marcas do hipercinema em sua forma mais acentuada, os filmes do diretor dialogam com todas as camadas do cinema da era do hiper. Algumas destas confluências são a construção de personagens singulares; a mistura equilibrada entre narrativas clássicas e múltiplas; e a presença da violência e da velocidade nos enredos.
Abstract: For Gilles Lipovetsky, what is being lived between the end of the twentieth century and the beginning of the twenty-first century is a new type of modernity. An accelerated, exacerbated, hyper version of the previous one. Within this social configuration, a new way of making films emerges, regulated by the hypermodern logic that demands, among other things, speed, exaggeration and acceptance: it is the hypercinema. David Fincher is a popular Hollywood director, contemporary of this historical period. His films bring several trademarks of his work, making clear the director's own identity. This research sought to determine the defining characteristics of hypermodernity and hypercinema, as described by the aforementioned author and his peers Sébastien Charles and Jean Serroy, so that it was possible to ascertain ways of representing these times in contemporary cinematographic narratives. Through a film analysis of socio-historical interpretation, it was proposed a methodology that included the observation of the image, sound and narrative of the ten feature films by David Fincher, focusing on film fragments that stood out in the light of the theory adopted. It was found that, although they do not represent hypercinema's marks in their most accentuated form, the films of the director dialogue with all of the hyper-era cinema layers. Some of these confluences are the construction of singular characters; the balanced mixture between classic and miltiple narratives; and the presence of violence and speed in its plots.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Comunicação, Programa de Pós-Graduação em Comunicação, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:FAC - Mestrado em Comunicação (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_ThalytaFernandesBonfim.pdf17,97 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.