Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24535
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_MarcusViníciusSoaresdeBrito.pdf1,82 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Determinantes do sucesso escolar : uma análise multinível a partir dos dados do Pisa 2015
Autor(es): Brito, Marcus Vinícius Soares de
Orientador(es): Takasago, Milene
Assunto: Políticas públicas educacionais
Desempenho acadêmico
Escolas - organização e administração
Educação - avaliação
Data de publicação: 15-Set-2017
Referência: BRITO, Marcus Vinícius Soares de. Determinantes do sucesso escolar: uma análise multinível a partir dos dados do Pisa 2015. 2017. 60 f., il. Dissertação (Mestrado em Economia do Setor Público)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: A preocupação com a qualidade do sistema educacional brasileiro tem aumentado significativamente nos últimos anos, principalmente quando nos deparamos com os resultados insatisfatórios dos estudantes brasileiros, no período de 2000 a 2015, em avaliações nacionais e internacionais, como o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e o Programa Internacional de Avaliação de Estudantes da OCDE (Pisa). Considerando o impacto da educação sobre o progresso econômico de indivíduos e nações, este estudo tem como objetivo a avaliação de fatores que afetam o rendimento escolar no Brasil, principalmente aqueles diretamente impactados por políticas públicas do Governo federal, tendo sido utilizada como ferramenta de análise os modelos multinível aplicados aos dados do Pisa de 2015. Além da identificação dos determinantes, o estudo avalia o “efeito escola”, que é a proporção da variação do desempenho dos alunos não explicada no modelo que é devida ao nível da escola. No modelo sem nenhuma das variáveis explicativas (modelo nulo), este efeito foi de 0,351 para o Brasil, indicando por esta amostra que 35,1% da variabilidade observada no desempenho dos estudantes no Brasil se deve à diferença entre as escolas. No modelo em que foram inseridas as características ligadas ao aluno e sua família, o “efeito escola” diminuiu para 22,1% e, adicionando duas variáveis representando o “efeito dos pares”, o efeito escola estimado foi de 12,5%. No modelo final proposto, composto pelas variáveis de características do aluno e sua família, pelas de “efeito dos pares” (características relacionadas à comunidade atendida pela escola) e pelas variáveis inerentes à estrutura da escola, o efeito escola foi de 9,4%. Em relação aos determinantes do desempenho escolar, foi identificado que os fatores associados ao aluno e sua família são de extrema relevância, mas que a diferença devida a recursos oferecidos pela escola também é relevante, o que permite a adoção de políticas públicas educacionais planejadas de forma mais eficiente.
Abstract: The concern with the quality of the Brazilian educational system has increased significantly in recent years, especially when we are faced with the unsatisfactory results of Brazilian students, from 2000 to 2015, in national and international evaluations, such as the Basic Education Assessment System (Saeb) and the OECD Program of International Student Assessment (Pisa). Considering the impact of education on the economic progress of individuals and nations, this study aims to evaluate factors that affect school performance in Brazil, especially those directly impacted by public policies of the Federal Government, using multilevel models applied to the data of Pisa 2015. In addition to identifying the determinants, the study evaluates the "school effect", which is the proportion of variation in student performance not explained in the model that is due at the school level. In the model with none of the explanatory variables (null model), this effect was 0.351 for Brazil, indicating by this sample that 35.1% of the observed variability in students' performance in Brazil is due to the difference between schools. In the model including the characteristics related to the student and his family, the "school effect" decreased to 22.1% and, by adding two variables representing the "peer effect", the estimated school effect was 12.5%. In the proposed final model, composed of the characteristics of the student and his family, the "peer effect" (characteristics related to the community attended by the school) and the variables inherent to the school structure, school effect was 9.4%. Regarding the determinants of school performance, it was identified that the factors associated with the student and his/her family are extremely relevant, but that the difference due to resources offered by the school is also relevant, which allows the adoption of educational public policies planned in a manner more efficient.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de Economia, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Economia do Setor Público, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:ECO - Mestrado em Economia do Setor Público (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.