Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24530
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_CeliaRevilandiaCosta​.pdf5,31 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: A Competência em Informação (Coinfo) na perspectiva da educação inclusiva
Autor(es): Costa, Célia Revilândia
Orientador(es): Simeão, Elmira Luzia Melo Soares
Assunto: Competência informacional
Formação de educadores
Educação básica
Necessidade informacional
Educação inclusiva
Data de publicação: 15-Set-2017
Referência: COSTA, Célia Revilândia. A Competência em Informação (Coinfo) na perspectiva da educação inclusiva. 2017. 221 f., il. Tese (Doutorado em Ciência da Informação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Discute os desafios da sociedade da informação no que tange à promoção e garantia de uma educação inclusiva a partir de uma agenda estabelecida em ambiências supranacionais, internacionais e multilaterais. Destaca a necessidade de formação de professores para lidar com necessidades informacionais emergentes da prática educativa, em especial quando aplicada a pessoas com deficiência. Neste contexto, situa nos aspectos interdisciplinares entre Ciência da Informação e Educação, contribuições relacionadas tanto à inclusão quanto à atuação de docentes da Educação Básica. Admite os pressupostos teóricos e práticos da temática Competência em Informação – termo adotado para o conceito de Information Literacy – como alternativa de formação de docentes da Educação Básica na perspectiva de uma educação inclusiva. Propõe a utilização de um percurso metodológico baseado nas contribuições de estudos sobre o Paradigma Indiciário de Ginzburg o qual é composto por uma fase exploratória e uma fase aplicada. Na fase exploratória utiliza a produção científica de Ciência da Informação, especialmente nos trabalhos divulgados no Encontro Nacional de Pesquisa e Pós graduação em Ciência da Informação para identificar tendências de pesquisa sobre Competência em Informação e possíveis relações com a inclusão. Discute estas tendências relacionando-as com a tridimensionalidade que o termo inclusão propõe, a saber, inclusão social, inclusão digital e inclusão relacionada a pessoas com deficiência. Realiza a aplicação de pré testes (denominados de Pré Testes Indiciais) em situações de formação de professores. Adicionalmente analisa 18 modelos de Competência em Informação desenvolvidos em contextos internacionais cuja síntese permitiu propor grade básica para elaboração de um modelo de Competência em Informação. Na fase aplicada admite a influência teórica de conceitos de mediação como norteador da prática. Adicionalmente utiliza como método de abordagem a problematização e como técnica o desenvolvimento de um curso de formação de professores com 22 professores de uma escola púbica do Distrito Federal. Utilizou recursos didáticos originais elaborados para esta pesquisa, combinados com procedimentos de utilização e avaliação do modelo pedagógico para formação de professores em Competência em Informação numa perspectiva inclusiva. Na fase aplicada analisa a utilização deste modelo nas atividades, objetivos e habilidades propostas nas três etapas em que se estrutura, nomeadamente, pré-busca, busca propriamente dita e pós-busca. As atividades foram desenvolvidas e analisadas principalmente nas duas etapas do modelo- pré-busca e busca. Atividades de pós-busca não foram realizadas, visto que exigiriam abordagem longitudinal. Os resultados das atividades mostraram que a proposta pedagógica desenvolvida e aplicada é útil para a formação de professores de Educação Básica, em Competência em Informação numa perspectiva inclusiva.
Abstract: This research discusses the challenges of the information society regarding the promotion and assurance of an inclusive education based on an agenda established in supranational, international and multilateral environments. It highlights the need for teacher training to deal with informational needs emerging from educational practice, especially when applied to people with disabilities. In this context, it focuses on the interdisciplinary aspects between Information Science and Education contributions related to the inclusion and also the performance of Basic Education teachers. It admits the theoretical and practical assumptions of the theme Information Competency - a term adopted to the Information Literacy concept - as an alternative to Basic Education teachers’ training from the perspective of an inclusive education. It offers the use of a methodological path based on the contributions from studies on the Ginzburg Evidential Paradigm which is composed by an exploratory phase and an applied phase. In the exploratory phase it uses the scientific production of Information Science, especially in the works published in the National Meeting of Research and Postgraduate in Information Science to identify research trends about Information Competency and its possible relation to inclusion. It discusses those trends by relating them to the tridimensionality proposed by the term inclusion, namely, social inclusion, digital inclusion and inclusion related to people with disabilities. It performs the application of pre-tests (called Evidential Pre-tests) in situations of teacher training. Additionally it analyzes 18 models of Information Competency developed in international contexts which synthesis allowed proposing a basic grade to elaborate an Information Competency model. In the applied phase, it admits the theoretical influence of mediation concepts as a guide to the practice. Additionally it uses the problematization as an approach method and as technique the development of a teacher training course with 22 teachers from a public school in the Federal District. It used original didactic resources elaborated for this research combined with use and evaluation procedures of the pedagogical model for teachers’ training in Information Competency through an inclusive perspective. In the applied phase, it analyzes the use of this model on the activities, goals and abilities proposed through the three stages in which it is structured, namely pre-search, search itself and post-search. The activities were developed and analyzed mainly in the model stages of pre-search and search. Post-search activities were not performed, as they would require a longitudinal approach. The results of the activities showed that the pedagogical proposal developed and applied is useful to Basic Education teachers’ training in Information Competency through an inclusive perspective.
Informações adicionais: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:FCI - Doutorado em Ciência da Informação (Teses)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.