Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24508
Título: O delírio à luz da teoria dos atos de fala
Título(s) alternativo(s): Delusion according to the theory of speech acts
Autor(es): Martins, Francisco
Costa, Arilson Corrêa da
Pôrto, Karime da Fonseca
Assunto: Delírio
Psicoses
Atos de fala (Linguística)
Data de publicação: 2000
Editor: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Citação: MARTINS, Francisco; COSTA, Arilson Corrêa da; PÔRTO, Karime da Fonseca. O delírio à luz da teoria dos atos de fala. Psicologia: Reflexão e Crítica, Porto Alegre, v. 13, n. 1, p. 1-11, 2000. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-79722000000100018&script=sci_abstract&tlng=pt>. Acesso em: 17 ago. 2017. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722000000100018.
Resumo: Este trabalho apresenta uma possível solução para problemas suscitados pelo entendimento do fenômeno delirante segundo o modelo de uma teoria restrita da referência absoluta, na qual as palavras e, consequentemente, os juízos, corresponderiam às coisas como um alfabeto lógico. Na concepção pragmática aqui adotada, a linguagem é tomada por um jogo regido por regras em que é mais importante a eficácia da cooperação discursiva que o significado ideal das expressões. A teoria dos atos de fala se mostra a mais bem acabada solução da pragmática filosófica nesse sentido e é usada como princípio metodológico na análise dos excertos de fala de pacientes delirantes que constituem os corpus discursivos. O delírio termina por se mostrar como uma solução inédita para questões cruciais da história do indivíduo psicótico.
Abstract: This paper presents a possible solution to the problems aroused by the understanding of the delusional phenomenon according to the model of a restricted theory of absolute reference in which the words and, consequently, the judgements, correspond to the things as a logical alphabet. In the pragmatic conception adopted here, language is taken as a game guided by rules in which effective discursive cooperation is more important than the ideal meaning of expressions. In this sense, the theory of acts of speech seems to be the best solution offered by the philosophical pragmatics and it is used as a methodological principle on the analysis of speech excerpts of delusional patients. Delusion shows itself as an original solution to decisive questions in the history of a psychotic person.
Licença: Psicologia: Reflexão e Crítica - All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License (Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-79722000000100018&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 17 ago. 2017
DOI: 10.1590/S010279722000000100018
Aparece nas coleções:PCL - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_DelirioLuzTeoria.pdf451,99 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.