Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24468
Título: Simulação realística como estratégia de ensino na enfermagem materno infantil
Autor(es): Brasil, Guilherme da Costa
Orientador(es): Ribeiro, Laiane Medeiros
Assunto: Enfermagem obstétrica
Enfermagem pediátrica
Simulação
Pediatria
Obstetrícia
Universidade de Brasília. Faculdade de Ceilândia
Data de publicação: 11-Set-2017
Data de defesa: 12-Jul-2017
Citação: BRASIL, Guilherme da Costa. Simulação realística como estratégia de ensino na enfermagem materno infantil. 2017. 142 f., il. Dissertação (Mestrado em Enfermagem)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Introdução: A simulação é um processo educacional, através do qual se replica cenários de cuidados ao paciente que chega bem próximo à realidade. É uma metodologia que produz situações reais que permitem ao aluno um papel ativo na aquisição de conceitos que são importantes para resolução do problema apresentado. As emergências pediátricas e obstétricas não são eventos raros, mas não são suficientes para que o aluno ganhe a competência e a habilidade necessária. Assim, cada vez mais programas com educação baseada na simulação têm sido utilizados. Não deve haver uma exclusão do cuidado aos dois grupos (mulheres e crianças), pois esse binômio, em diversos aspectos do cuidado, são inseparáveis. A simulação materno infantil visa promover o preparo para a assistência nesse binômio. Objetivo: Analisar o uso da simulação realística como estratégia de ensino para alunos do curso de graduação do curso de Enfermagem na Faculdade de Ceilândia. Metodologia: estudo de intervenção transversal analítico, com abordagem quantitativa. Os alunos do curso de graduação em Enfermagem do primeiro e segundo semestre de 2016, foram submetidos à simulação realística com temas da área materno infantil, como pré-eclâmpsia, reanimação do recém-nascido, pneumonia em lactente, descolamento prematuro de placenta por trauma, violência contra a mulher e consulta de planejamento familiar; após a simulação e o debriefing, responderam a dois instrumentos: o primeiro instrumento foi a “Escala de Satisfação dos Estudantes e Autoconfiança na Aprendizagem” e o segundo “Escala de Design da Simulação”, os dados foram exportados para o SPSS e analisados via estatística descritiva e estatística inferencial. Resultados: A amostra foi composta por 47 alunos. A análise de cada item no Instrumento de Satisfação e Autoconfiança, indicou que os alunos concordam com todas as declarações relacionadas com a satisfação na aprendizagem através do uso da simulação (Média= 3,92 [Likert de 1 a 5], Desvio padrão: 0,97). Ao avaliar o design dos cenários, a pontuação média foi elevada (Média= 4,24 [Likert de 1 a 5], Desvio padrão: 1,23). As pontuações globais altas indicam que os alunos perceberam todos os cinco elementos de design claramente presentes nos cenários simulados. O Realismo do cenário teve uma concordância acima de 87%. 97,8% dos alunos concordam que fatores, situações e variáveis da vida real foram incorporados ao cenário de simulação. Na parte de avaliação dos itens do instrumento, todos tiveram um grau de importância acima de 91%. O Alpha de Cronbach revelou uma consistência interna de 0.94 para a Satisfação, 0.92 para o Design e 0.95 para a Avaliação. Conclusão: A aprendizagem na áreamaterno infantil através da simulação se mostrou eficaz com uma elevada satisfação e uma elevada autoconfiança do desempenho de tarefas. Os cenários de baixa, média e alta complexidade tiveram um design adequado em cenários materno infantis. Este estudo trouxe a recomendação de que é importante considerar a percepção do participante quanto a sua atuação num cenário simulado, e como ele consegue assimilar o cenário no qual ele é submetido.
Abstract: Introduction: Simulation is an educational process, through which it replicates patient care scenarios that come very close to reality. It is a methodology that produces real situations that allow the student an active role in the acquisition of concepts that are important to solve the presented problem. Pediatric and obstetric emergencies are not rare events, but they are not enough for the student to gain the required competence and skill. Thus, more and more programs with simulation-based education have been used. There should be no exclusion of care for both groups (women and children), because this binomial is inseparable in several aspects of care. The maternal-child simulation aims to promote preparedness for care in this binomial. Objective: To analyze the use of realistic simulation as a teaching strategy for undergraduate students of the Nursing course at the Faculdade de Ceilândia. Methodology: cross-sectional analytical intervention study, with quantitative approach. The undergraduate Nursing students were submitted to a realistic simulation with themes from the maternal and child area. After the simulation and debriefing, they answered two instruments: the first instrument was the "Student Satisfactionand Self-Confidence in Learning "and the second" Simulation Design Scale", the data were exported to the SPSS and analyzed through descriptive statistics and inferential statistics. Results: The sample consisted of 47 students. The analysis of each item in the Satisfaction and Self-Confidence Instrument indicated that students agree to all statements related to learning satisfaction through the use of simulation (Mean = 3.92 [Likert from 1 to 5], Standard deviation: 0.97). When evaluating the design of the scenarios, the mean score was high (Mean = 4.24 [Likert from 1 to 5], Standard deviation: 1.23). High overall scores indicate that students perceived all five design elements clearly present in the simulated scenarios. The Realism of the scenario had a concordance above 87%. 97.8% of students agree that real-life factors, situations and variables were incorporated into the simulation scenario. In the evaluation part of the items of the instrument, all had a degree of importance above 91%. Cronbach's Alpha revealed an internal consistency of 0.94 for Satisfaction, 0.92 for Design, and 0.95 for Assessment. Conclusion: Maternal and child training through the simulation was effective with high satisfaction and high self-confidence in task performance. The scenarios of low, medium and high complexity had an adequate design in maternal and child scenarios. This study brought the recommendation that it is important to notice in the participant's gaze what his feeling is in acting in a simulated scenario, and how he can assimilate the scenario in which he is subjected.
Resumen: Introducción: La simulación es un proceso educativo, a través del cual se replica escenarios de atención al paciente que llega muy cerca de la realidad. Es una metodología que produce situaciones reales que permiten al estudiante un papel activo en la adquisición de conceptos que son importantes para la resolución del problema presentado. Las emergencias pediátricas y obstétricas no son eventos raros, pero no son suficientes para que el estudiante gane la competencia y la habilidad necesaria. Así, cada vez más programas con educación basada en la simulación han sido utilizados. No debe haber una exclusión del cuidado a los dos grupos (mujeres y niños), pues ese binomio, en diversos aspectos del cuidado, son inseparables. La simulación materno infantil pretende promover la preparación para la asistencia en ese binomio. Objetivo: Analizar el uso de la simulación realista como estrategia de enseñanza para alumnos del curso de graduación del curso de Enfermería en la Facultad de Ceilândia. Metodología: estudio de intervención transversal analítico, con abordaje cuantitativo. Los estudiantes del curso de graduación en Enfermería fueron sometidos a la simulación realista con temas del área materno infantil, después de la simulación y el debriefing, respondieron a dos instrumentos: el primer instrumento fue la "Escala de Satisfação dos Estudantes e Autoconfiança na Aprendizagem" y el " "Escala de Design da Simulação", los datos fueron exportados al SPSS y analizados vía estadística descriptiva y estadística inferencial. Resultados: La muestra fue compuesta por 47 alumnos. El análisis de cada ítem en el Instrumento de Satisfação y Autoconfiança, indicó que los alumnos concaten con todas las declaraciones relacionadas con la satisfacción en el aprendizaje a través del uso de la simulación (Media = 3,92 [Likert de 1 a 5], Desviación estándar: 0, 97). Al evaluar el diseño de los escenarios, la puntuación media fue elevada (Media = 4,24 [Likert de 1 a 5], Desviación estándar: 1,23). Las puntuaciones globales altas indican que los alumnos percibieron todos los cinco elementos de diseño claramente presentes en los escenarios simulados. El realismo del escenario tuvo una concordancia superior al 87%. El 97,8% de los alumnos coinciden en que factores, situaciones y variables de la vida real se incorporaron al escenario de simulación. En la parte de evaluación de los ítems del instrumento, todos tuvieron un grado de importancia por encima del 91%. La alfa de Cronbach reveló una consistencia interna de 0.94 para la satisfacción, 0.92 para el diseño y 0.95 para la evaluación. Conclusión: El entrenamiento materno infantil a través de la simulación se mostró eficaz con una elevada 13 satisfacción y una elevada autoconfianza del desempeño de tareas. Los escenarios de baja, media y alta complejidad tuvieron un diseño adecuado en escenarios materno infantiles. Este estudio trajo la recomendación de que es importante percibir en la mirada del participante cuál es el sentimiento de él en la actuación en un escenario simulado, y cómo él logra asimilar el escenario en el cual él es sometido.
Descrição: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Enfermagem, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:ENF - Mestrado em Enfermagem (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_GuilhermedaCostaBrasil.pdf2,47 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.