Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24459
Título: Curtir para decidir : uma análise sobre o uso do Facebook por mulheres com câncer de mama
Autor(es): Miranda, Fernanda Santana
Orientador(es): Rocha, Dais Gonçalves
Assunto: Comunicação em saúde
Redes sociais - análise
Facebook
Promoção da saúde
Mamas - câncer
Data de publicação: 11-Set-2017
Data de defesa: 3-Jul-2017
Citação: MIRANDA, Fernanda Santana. Curtir para decidir: uma análise sobre o uso do Facebook por mulheres com câncer de mama. 2017. 132 f., il. Dissertação (Mestrado Profissionalizante em Saúde Coletiva)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: As diversas inovações nas áreas da Tecnologia, Informação e Comunicação (TIC) têm oportunizado novas formas de comunicação e de compartilhamento de conteúdo em vários seguimentos da sociedade. Estas transformações, dentre elas o advento e a popularização dos sites de redes sociais, também refletiram no campo da saúde e geraram novas práticas entre os indivíduos que acessam essas ferramentas. Este estudo buscou analisar as páginas brasileiras do Facebook voltadas para o câncer de mama quanto ao seu potencial de promoção da saúde e de empoderamento. Também analisou o uso do Facebook a partir de diretrizes e princípios presentes nas Políticas Nacionais de Humanização (PNH), de Promoção da Saúde (PNPS) e de Gestão Estratégica e Participativa no SUS (ParticipaSUS). Trata-se de uma pesquisa qualiquantitativa, que por meio da abordagem da netnografia buscou descrever postagens de páginas de Facebook brasileiras voltadas para o câncer de mama, publicadas no Outubro Rosa, em 2016. Para alcançar o objetivo geral do estudo buscou-se compreender os conceitos presentes na literatura sobre promoção da saúde, prevenção e empoderamento - este último a partir das dimensões psicológica e social. Estes conceitos guiaram a análise temática dos achados, que no caso deste estudo foram mensagens, fotos, vídeos e links de matérias jornalísticas publicados nas páginas de Facebook. Embora haja predominância de postagens com foco preventivo, com destaque para conteúdos sobre a importância da realização do autoexame e da mamografia, observa-se também a presença de postagens com abordagem ampliada de saúde, nas quais os Determinantes Sociais da Saúde são considerados. Identificou-se que a maioria das postagens sugere contribuir para o empoderamento psicológico, enquanto uma menor parcela aponta para o empoderamento social. Conclui-se que o Facebook é um dispositivo que contribui para a autoestima e o empoderamento de mulheres vivendo com câncer de mama, bem como um espaço propício para a realização de ações voltadas para a prevenção e promoção da saúde.
Abstract: The various innovation in the areas of Technology, Information and Communication have stimulated new forms of communication and content sharing in many society areas. These changes, among them the advent and the popularitazion of the social networking websites, have also reflected in the health field and generated new practices among the individuals that access these tools. This study has tried to analise the brazilian Facebook pages foccused on breast cancer regarding to its health promotion and empowerment potential. It has also analised the Facebook use from the guidelines and principles present in the Humanization National Policies (PNH), of Health Promotion (PNPS) and Participatory and Strategic Managment in the SUS (ParticipaSUS). It is a quantitative-qualitative research that, through the netnography approach, sought to describe posts from Brazilian Facebook pages focused on breast cancer, published in the Pink October, in 2016. In order to achieve the general objective of the study, it had been understood the concepts present in the literature on health promotion, prevention and empowerment – the last one from the psychological and social dimentions. These concepts have guided the thematic analysis of the findings which, in the case of this study, were messages, photos, videos and links to journal articles published on Facebook pages. Although there is a predominance of posts with a preventive focus, with emphasis on the importance of performing self-examination and mammography, it can be observed the presence of posts with an expanded approach to health, in which the Social Determinants of Health are considered. It has been identified that most of the postings suggest contributing to psychological empowerment, while a smaller portion points to social empowerment. It is concluded that Facebook is a device that contributes to the self-esteem and empowerment of women living with breast cancer, as well as a space conducive to actions aimed at prevention and health promotion.
Descrição: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:DSC - Mestrado Profissionalizante em Saúde Coletiva (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_FernandaSantanaMiranda.pdf2,7 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.