Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24436
Título: Canabinoides ajudam a desvendar aspectos etiológicos em comum e trazem esperança para o tratamento de autismo e epilepsia
Título(s) alternativo(s): Cannabinoids help to unravel etiological aspects in common and bring hope for the treatment of autism and epilepsy
Autor(es): Lopes, Renato José Rodrigues Malcher
Assunto: Epilepsia
Canabidiol
Autismo
Sistema endocanabinoide
Data de publicação: 14-Nov-2014
Editor: Revista da Biologia
Citação: MALCHER-LOPES, Renato. Canabinoides ajudam a desvendar aspectos etiológicos em comum e trazem esperança para o tratamento de autismo e epilepsia. Revista da Biologia, v. 13, n. 1, p. 43-59, 2014. Disponível em: <http://www.ib.usp.br/revista/node/186>. Acesso em: 5 jul. 2017. doi: 10.7594/revbio.13.01.07.
Resumo: Desde 1843 que as propriedades anticonvulsivantes da Cannabis são conhecidas pela ciência ocidental. Em 1980, ensaios clínicos demonstraram que canabidiol possui atividade antiepilética em pacientes de epilepsia refratária, sendo sonolência o único efeito colateral. O embargo imposto pela proibição do uso medicinal da Cannabis, no entanto, prejudicou imensamente o desenvolvimento científico e a exploração dessas propriedades. Multiplicam-se, contudo, os casos bem sucedidos de uso ilegal e sem orientação para o tratamento de síndromes caracterizadas por epilepsia e autismo regressivo. Os resultados corroboram evidências científicas que indicam a existência de processos etiológicos comuns entre o autismo e a epilepsia. Estudos em modelos animais confirmam envolvimento do sistema endocanabinoide. Esses avanços apontam o início de uma revolução no entendimento e tratamento desses transtornos.
Abstract: Since 1843 the anticonvulsant properties of Cannabis are known by the Western science. In 1980, clinical trials have shown that cannabidiol has antiepileptic activity in refractory epilepsy patients, with drowsiness as the only side effect. The embargo imposed by banning medicinal Cannabis use, however, harmed scientific development and the exploration of these properties. However, there is a growing number of successful cases of illegal use without guidance for the treatment of syndromes characterized by epilepsy and regressive autism. The results corroborate scientific evidence that indicates the existence of common etiological aspects between autism and epilepsy. Studies in animal models have confirmed involvement of the endocannabinoid system. These advances indicate the beginning of a revolution in the understanding and treatment of these disorders.
Licença: Revista da Biologia - This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License. Fonte: <http://www.ib.usp.br/revista/node/186>. Acesso em: 5 jul. 2017.
DOI: 10.7594/revbio.13.01.07
Aparece nas coleções:CFS - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_CanabinoidesAjudamDesvendar.pdf579,91 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.