Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24423
Título: Coprodução cinematográfica internacional no Brasil e na Argentina (2009-2015) : um estudo comparado
Autor(es): Rocha, Flávia Pereira da
Orientador(es): Silva, Dácia Ibiapina da
Assunto: Cinema - Brasil
Cinema - Argentina
Cinema - produção e direção
Cinematografia
Políticas públicas
Data de publicação: 6-Set-2017
Data de defesa: 5-Jul-2017
Citação: ROCHA, Flávia Pereira da. Coprodução cinematográfica internacional no Brasil e na Argentina (2009-2015): um estudo comparado. 2017. 297 f., il. Tese (Doutorado em Comunicação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Esta tese apresenta um estudo comparativo das coproduções cinematográficas internacionais no Brasil e na Argentina, no período de 2009 a 2015, tendo como ponto de partida as políticas públicas e o ambiente normativo de apoio às coproduções nos dois países. Comparando também como mecanismos públicos de apoio às coproduções internacionais têm contribuído com a expansão da atividade cinematográfica nos dois territórios, analisa a integração cinematográfica brasileiro-argentina através das coproduções. A pesquisa tem como inspiração teórico-metodológica a Economia Política da Comunicação e da Cultura (EPCC), além dos Estudos Culturais e teóricos das Políticas Culturais, com base na perspectiva histórica da Metodologia Comparada, e, utiliza os seguintes recursos metodológicos e técnicas: a análise documental, a análise de dados empíricos e as entrevistas com cineastas e gestores das políticas de cinema no Brasil, na Argentina, em Portugal e na Espanha. Como contribuição, reflete sobre o papel das políticas de apoio às coproduções internacionais diante da concentração de poder exercida pela indústria cinematográfica dos Estados Unidos; bem como discute o conceito de coprodução cinematográfica internacional no contexto latino-americano. Ao investigar as coproduções cinematográficas internacionais no Brasil e na Argentina, e a respectiva relação com os mecanismos governamentais, intergovernamentais e não governamentais de incentivo às coproduções, percebemos que para alguns países latinoamericanos, que antes não realizavam filmes ou não tinham tradição cinematográfica, as coproduções internacionais têm ganhado mais força como sinônimo de produções. No período pesquisado, foi notório um empenho mais abrangente da agência brasileira (ANCINE), em relação ao instituto argentino (INCAA), ao incentivar as coproduções internacionais. Por outro lado, o modo de realizar filmes entre os cineastas argentinos e a sua respectiva maior experiência acumulada podem ser percebidos no maior número de coproduções lançadas e na diversidade de países parceiros. Produção, distribuição e consumo são outros aspectos da Economia Política do Cinema que ostentam suas especificidades nas coproduções cinematográficas internacionais.
Abstract: This doctorate's research presents a comparative study of international film co-productions in Brazil and Argentina (2009-2015), taking as its starting point the public policies and regulatory environment as support of co-productions in both countries; also, comparing how these policies have contributed to the development of film activity in these two countries. The research is theoretical and methodological, inspirared on the Political Economy of Communication and Culture (EPCC), the Cultural Studies, and Cultural Policy theorists; based on the historical perspective of Comparative Methodology, and as methodological and technical resources: document analysis, analysis of empirical data and interviews with filmmakers and cinema policy managers in Brazil, Argentina, Portugal and Espanha. As a contribution, reflection on the role of policies in support of international co-productions on the concentration of power exercised by the United States film industry; as well as discusses the concept of international film co- production in the Latin American context. When we investigate international film co-productions in Brazil and Argentina, and their relationship with governmental, intergovernmental and nongovernmental mechanisms to encourage co-productions, we realize that for some Latin American countries that previously did not make films or had no tradition of cinema, International co-productions are gaining strength as a synonym for productions. In the period under study, a more comprehensive effort by the Brazilian agency (ANCINE) was evident, in relation to the Argentine institute (INCAA), in encouraging international co-productions. On the other hand, the way films are made between Argentine filmmakers and their respective accumulated experience can be seen in the greater number of co-productions launched and in the diversity of partner countries. Production, distribution and consumption are other aspects of the Political Economy of the Cinema that show their specificities in the international cinematographic co-productions.
Resumen: Esta tesis presenta un estudio comparativo de las coproducciones cinematográficas internacionales en Brasil y Argentina de 2009 a 2015, tomando como punto de partida la política pública y el medio ambiente regulatorio para apoyar las coproducciones en ambos países; comparando así cómo mecanismos de apoyo público para las coproducciones internacionales han contribuido a la expansión de la actividad cinematográfica en ambos territorios, así como los análisis de la integración Brasileño-Argentina de película a través de coproducciones. La investigación tiene como inspiración teórica y metodológica la Economía Política de la Comunicación y la Cultura (EPCC), además de los Estudios Culturales y teóricos de las Políticas Culturales, basado en la perspectiva histórica de la metodología comparativa, y como recursos metodológicos e técnicas: el análisis de documentos, el análisis de los datos empíricos y las entrevistas con los directores y gestores de políticas de cine en Brasil, Argentina, Portugal y España. Como contribución, reflexiona sobre el papel de las políticas de apoyo a las coproducciones internacionales frente a la concentración del poder ejercido por la industria cinematográfica de los Estados Unidos; y se analiza el concepto de la película de coproducción internacional en el contexto de América Latina. Al investigar sobre las coproducciones cinematográficas internacionales en Brasil y Argentina, y la relación con los mecanismos gubernamentales, intergubernamentales y no gubernamentales de incentivo a las coproducciones, percibimos que para algunos países latinoamericanos, que antes no realizaban películas o no tenían tradición cinematográfica, las coproducciones internacionales ganan cada vez más fuerza como sinónimo de producciones. En el período investigado, fue notorio un empeño más amplio de la agencia brasileña (ANCINE), en relación al instituto argentino (INCAA), al incentivar las coproducciones internacionales. Por otro lado, el modo de realizar películas entre los cineastas argentinos y su respectiva mayor experiencia acumulada puede ser percibida en el mayor número de coproducciones lanzadas y en la diversidad de países socios. Producción, distribución y consumo son otros aspectos de la Economía Política del Cine que ostentan sus especificidades en las coproducciones cinematográficas internacionales.
Descrição: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Comunicação, Programa de Pós-Graduação em Comunicação, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:FAC - Doutorado em Comunicação (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_FláviaPereiradaRocha.pdf3,35 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.