Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24203
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_LorenaMeloRabelo.pdf1,74 MBAdobe PDFView/Open
Title: Transgressão e tradução : o elemento transgressivo no texto literário e o caso de Chuck Palahniuk
Authors: Rabelo, Lorena Melo
Orientador(es):: Monteiro, Júlio César Neves
Assunto:: Ficção
Tradução literária
Textos literários
Crítica literária
Literatura contemporânea
Issue Date: 21-Aug-2017
Citation: RABELO, Lorena Melo. Transgressão e tradução: o elemento transgressivo no texto literário e o caso de Chuck Palahniuk. 2017. 186 f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Tradução)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: A presente pesquisa aborda a Ficção Transgressiva, gênero ainda pouco estudado pela teoria e crítica literárias e menos ainda pelos Estudos de Tradução, mas que caracteriza um grande número de obras da literatura ocidental contemporânea. Pretende-se analisar o elemento transgressivo no texto literário a partir dos princípios de transgressão apresentados por Michel Foucault em seu ensaio “Prefácio à transgressão” (2009), chegando enfim às mais recentes reflexões teóricas, que veem a transgressão como um elemento inerente ao exercício literário, uma versão moderna da sátira (com função de incentivar e operar mudanças sociais), caso de M. Keith Booker (1991) e Robin Mookerjee (2013). Para tal, traçamos um panorama histórico do surgimento e amadurecimento da ficção transgressiva na literatura norte-americana, polissistema literário com o qual escolhemos trabalhar, a fim de tentar compreender de que forma esse gênero chegou às mãos dos leitores brasileiros e por qual motivo tem sido cada vez mais traduzida para o português. Em seguida, introduzimos o autor e a obra que selecionamos para a pesquisa: Chuck Palahniuk, escritor transgressivo norte-americano, e sua primeira coletânea de contos Make something up: stories you can’t unread (2015), que reúne um total de vinte e dois contos e uma novela, dentre os quais foram analisados e traduzidos “Knock-knock”, “How Monkey got married, bought a house and found happiness in Orlando”, “Zombies” e “Loser”. Tratam-se de textos sensíveis, vanguardistas e polêmicos também no que concerne o uso da língua e estrutura textual, que permitem uma grande variação de estilos, recursos linguísticos e literários, enredos, temas abordados, entre outros aspectos. A partir da tradução desses textos, tecemos comentários sobre como se dá a reescrita de textos transgressivos em português, de que forma ela pode se mostrar desafiadora para o tradutor e que estratégia de tradução desenvolvemos e aplicamos no processo tradutório.
Abstract: This research study focuses on Transgressive Fiction, a genre seldom approached in literary criticism and theories, even more rarely so in Translation Studies, but one that accounts for a considerable number of works in contemporary Western literature. The transgressive element shall be herein analyzed according to the transgressive principles presented by Michel Foucault in his essay “A Preface to Transgression” (2009), finally covering some recent theoretical reflections that see transgression as an inherent element to the literary exercise - as a modern version of satire, it has the function of encouraging and operating social changes –, as do the works of M. Keith Booker (1991) and Robin Mookerjee (2013). In order to do so, we provide a historical overview regarding how transgressive fiction has come into being and grown in American literature, the literary polysystem we chose to work with, as a way of understanding how come Brazilian readers are now reading this gender and why it is being progressively more translated into Portuguese. The next step is to present the author and work of fiction chosen for the research: Chuck Palahniuk, American transgressive writer, and his first collection of short stories, Make something up: stories you can’t unread (2015). It gathers together twenty-two short stories and a novella, among which we have analysed and translated “Knock-knock”, “How Monkey got married, bought a house and found happiness in Orlando”, “Zombies” and “Loser. Those texts are also sensitive, innovative, and controversial regarding the language use and textual structure, which bring about a wide variety of styles, linguistic and literary resources, plots, themes, among other aspects. Finally, based on the translation and analysis of these texts, we have commented on how transgressive texts are rewritten in Portuguese, how they can present themselves as a challenge for translators and what we have developed and applied as translation strategies in the translation process.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução, Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução, 2017.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:POSTRAD - Mestrado em Estudos de Tradução

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/24203/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.