Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24121
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_FernandaNunesdeAraújoFonseca.pdf1,36 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorFranco, Augusto César-
dc.contributor.authorFonseca, Fernanda Nunes de Araújo-
dc.date.accessioned2017-08-15T13:52:56Z-
dc.date.available2017-08-15T13:52:56Z-
dc.date.issued2017-08-15-
dc.date.submitted2016-12-07-
dc.identifier.citationFONSECA, Fernanda Nunes de Araújo. Padrões estomáticos e de condutância máxima de vapor d’água em pares congenéricos arbóreos de Cerrado sensu stricto e Mata de Galeria. 2016. 68 f., il. Dissertação (Mestrado em Ecologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/24121-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Ecologia, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2016.pt_BR
dc.description.abstractComparamos padrões estomáticos (largura e comprimento das células-guarda, tamanho, área máxima do poro, densidade e índice de área do poro), condutância estomática máxima de vapor d’água calculada (gwmax calculado), concentrações foliares de nitrogênio e carbono e área foliar específica para oito pares congenéricos de espécies lenhosas de cerrado e mata de galeria crescendo numa área transicional entre estas duas fitofisionomias. Encontramos variações significativas para os parâmetros analisados em conjunto, com efeitos significativos de grupo funcional, gênero e da interação grupo x gênero. Espécies de cerrado apresentaram, em média, valores superiores para o índice de área do poro, tamanho estomático e gwmax, e as densidades foram similares entre os grupos. Em nível de gênero e gwmax, três pares foram similares, três apresentaram valores superiores para espécies de cerrado e dois para espécies de mata. O índice de área do poro estomático foi similar para cinco pares e maior nas espécies de cerrado dos pares restantes. Nos casos em que diferentes combinações de tamanho e densidade estomática renderam índices de área do poro semelhantes, o valor de gwmax foi mais alto para a espécie com maior densidade estomática, o que ocorreu tanto para espécies de cerrado como de mata.pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titlePadrões estomáticos e de condutância máxima de vapor d’água em pares congenéricos arbóreos de Cerrado sensu stricto e Mata de Galeriapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.keywordSavanaspt_BR
dc.subject.keywordFlorestaspt_BR
dc.subject.keywordCondutância estomáticapt_BR
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.pt_BR
dc.description.abstract1We compared stomata patterns (width and length of the guard cells, size, maximum pore area, density and pore area index), calculated maximum stomatal conductance to water vapour (calculated gwmax), nitrogen and carbon leaf concentrations and specific leaf area for eight congeneric pairs of woody species from cerrado and gallery forest growing in a transitional area between such physiognomies. We found significant variations in the parameters analysed together, with significant effects of functional group, genera and group x genera interaction. Cerrado species showed, on average, higher values for stomata pore index, stomatal size and gwmax, and densities were similar between groups. At genus level and for gwmax, three pairs were similar, three had higher values for cerrado species and two for forest species. Stomatal Pore Area Index was similar for five pairs and larger in cerrado species of remaining pairs. In cases where different combinations of size and stomatal density yielded similar pore area indexes, the value of gwmax was higher for the species with greater stomatal density, which occurred for both cerrado and forest species.pt_BR
Aparece nas coleções:ECL - Mestrado em Ecologia (Dissertações)

Mostrar registro simples do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.