Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24103
Título: Bipolaridade de Polytrichum piliferum Hedw. (Polytrichaceae - Bryophyta) : um estudo morfológico e filogenético
Autor(es): Marinho, Amanda dos Santos Lima
Orientador(es): Silva, Micheline Carvalho
Assunto: Musgo
Espécies bipolares
Filogenia - análise
Data de publicação: 11-Ago-2017
Data de defesa: 24-Nov-2016
Citação: MARINHO, Amanda dos Santos Lima. Bipolaridade de Polytrichum piliferum Hedw. (Polytrichaceae - Bryophyta): um estudo morfológico e filogenético. 2016. 60 f., il. Dissertação (Mestrado em Botânica)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: Espécies bipolares são aquelas que possuem ocorrência disjunta, são encontradas em áreas temperadas de altas latitudes do Hemisfério Norte e do Hemisfério Sul, frequentemente sem presença nas regiões intermediárias. Polytrichaceae é uma família de musgos acrocárpicos e Polytrichum seção Juniperifolia Brid. possui três espécies bipolares: Polytrichum piliferum Hedw, Polytrichum juniperinum Hedw. e Polytrichum strictum Menzies ex Brid. O objetivo do presente trabalho foi verificar a bipolaridade das três espécies de Polytrichum seção Juniperifolia que ocorrem na Antártica, utilizando caracteres morfológicos e moleculares. Os dados morfológicos tradicionalmente utilizados para separar as espécies foram reavalidados e outras ferramentas como a Microscopia Eletrônica de Varredura e a morfometria foram utilizadas de forma a testar novos caracteres morfológicos. A reconstrução filogenética de Polytrichaceae foi feita utilizando o marcador trnL-F e árvores filogenéticas de inferência bayesiana e verossimilhança foram apresentadas. Verificou-se que P. piliferum, P. juniperinum e P. strictum apresentam pequenas diferenças morfológicas entre os espécimes que ocorrem na região norte e na região sul, entretanto as pequenas diferenças são incapazes de separar morfologicamente os espécimes dos dois hemisférios. Na análise molecular verificou-se que os espécimes de P. piliferum são monofiléticos, corroborando a bipolaridade da espécie. P. juniperinum e P. strictum são espécies similares morfologicamente, considerando que as características morfológicas utilizadas para separá-las se sobrepõem e novos caracteres morfológicos não foram encontrados. No entanto, as análises moleculares demonstram que embora próximas geneticamente tratam-se de duas espécies diferentes, sugerindo que P.strictum possa ser uma espécie críptica. As espécies Polytrichum juniperinum e P. strictum são monofiléticas e podem ser consideradas bipolares. Desta maneira as espécies de Polytrichum seção Juniperifolia que ocorrem na Antártica são bipolares.
Abstract: Bipolar species are possessed disjunct distribution, with occurence in regions temperates at high latitudes of the North Hemisphere and of the South Hemisphere, frequently absent in intermediate regions. The Polytrichaceae are a family of the acrocarpous mosses and Polytrichum sect. Juniperifolia Brid. possessed three bipolar species: Polytrichum piliferum Hedw, Polytrichum juniperinum Hedw. and Polytrichum strictum Menzies ex Brid. In this study we aim verify bipolarity of the tree species of Polytrichum sect. Juniperifolia that occur in Antarctic, utilizing morphological and molecular characters. The morphological data traditionally used to separate the species were reassessed and the others instruments as the Scanning Electron Microscopy (SEM) and morphometry were utilized to evaluate unused morphological characters. The phylogenetic reconstruction of Polytrichaceae were made using the marker trnL-F and the phylogenetic trees of bayesian analysis and likelihood analyses were presented. It was verified that P. piliferum, P. juniperinum and P. strictum present small differences morphological between the specimens that occur in northern region and southern region, however the small differences are inefficient to separate morphologically the specimens of the both hemispheres. It was verified in molecular analysis that the specimens of P. piliferum are monophyletic, corroborating bipolarity of specie. P. juniperinum and P. strictum are species morphologically similars, whereas the morphological characters used to separate them overlap and unused morphological characters weren't found. Nevertheless, the molecular analysis demonstrated which though genetically similars they are diferents species, suggesting that P. strictum can be cryptic specie. The species Polytrichum juniperinum e P. strictum are monophyletic, proving the bipolaty of both species. Thus the species of the Polytrichum sect. Juniperifolia that occur in Antarctic are bipolar.
Descrição: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Botânica, 2016.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:BOT - Mestrado em Botânica (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_AmandadosSantosLimaMarinho.pdf2,72 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.