Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24099
Título: Comportamento de apoio à mudança : as relações com learning agility, razões e benefícios percebidos para mudar
Título(s) alternativo(s): Change-supportive behavior : relationships with learning agility, reasons and benefits perceived to change
Autor(es): Franco, Kettyplyn Kamila Sanches
Orientador(es): Neiva, Elaine Rabelo
Assunto: Comportamento - avaliação
Mudanças organizacionais
Trabalho - aprendizagem
Trabalho - aspectos psicológicos
Data de publicação: 11-Ago-2017
Data de defesa: 22-Fev-2017
Citação: FRANCO, Kettyplyn Kamila Sanches. Comportamento de apoio à mudança: as relações com learning agility, razões e benefícios percebidos para mudar. 2017. 150 f., il. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: A literatura apresenta cada vez mais a busca por estudos empíricos que procuram identificar e compreender os aspectos da mudança que influenciam as atitudes e os comportamentos dos indivíduos. Há uma necessidade latente de estudos que investiguem os efeitos que reações explícitas (afetivas, cognitivas e comportamentais) despertam nos indivíduos diante de processos de mudança organizacional. O objetivo geral deste trabalho é entender de que forma os artigos brasileiros buscam estudar as reações às mudanças organizacionais, além de verificar a influência das razões e benefícios da mudança e do Learning Agility (antecedentes) nos comportamentos de apoio à mudança. O Manuscrito 1, seguindo o modelo da revisão de Oreg, Vakola & Armenakis (2011), apresenta revisões de literatura sobre reações à mudança organizacional, seus antecedentes e consequências e elenca estudos brasileiros que vinculam estes aspectos. Os resultados demonstraram lacunas na área de mudança organizacional e escassez de estudos nas áreas de características individuais, benefícios e riscos percebidos e reações afetivas às mudanças. Após os estudos referentes ao Manuscrito 1, optou-se por investigar, nos outros manuscritos componentes deste trabalho, as características individuais (Learning Agility), os antecedentes Razões e Benefícios das mudança e suas influências no comportamento de apoio. Assim, o Manuscrito 2 apresenta a Escala de Learning Agility e a- análise dos indícios de validade, utilizando a análise fatorial (AFE e AFC). Os resultados pontaram uma estrutura fatorial de 8 fatores e índices de confiabilidade superiores a 0,80, porém o modelo reespecificado (χ2 (575) = 453,595; p<0,05; CMIN/DF=5,96; NFI=0,89; TLI=0,85; CFI=0,91; GFI=0,91; RMSEA=0,93) aponta para uma reestruturação do modelo inicial. O Manuscrito 3 apresenta o desenvolvimento de duas escala: Percepção das Razões para mudar - RMO e Benefícios percebidos da Mudança – BMO. As análises dos indícios de validade, por meio de análise fatorial exploratória, apresentaram variância explicada de 48% para a escala de RMO e 60% para BMO. O Manuscrito 4 apresenta o desenvolvimento da regressão feita para verificar se Learning Agility, as razões e os benefícios percebidos da mudança são preditores de comportamentos de apoio à mudança organizacional. Os resultados mostraram um bom modelo preditivo, as variáveis explicam 52% dos comportamentos de apoio.O estudo ainda apresentou diferenças na predição para os cargos de gestores e não-gestores.
Abstract: The literature increasingly presents the search for empirical studies that seek to identify and understand the aspects of change that influence the attitudes and behaviors of individuals. There is a latent need for studies that investigate the effects that explicit reactions (affective, cognitive and behavioral) arouse in individuals in the face of organizational change processes. The general objective of this paper is to understand how the Brazilian articles seek to study the reactions to organizational changes, as well as to verify the influence of the reasons and benefits of the change and of the Learning Agility on the behaviors in support of the change. Paper 1, following the Oregon revision model, Vakola & Armenakis (2011), presents literature reviews on reactions to organizational change, its antecedents and consequences, and studies Brazilian studies that link these aspects. The results showed gaps in the area of organizational change and scarcity of studies in the areas of individual characteristics, benefits and perceived risks and affective reactions to changes. After the studies related to Paper 1, it was decided to investigate, in the other manuscripts components of this work, the individual characteristics (Learning Agility), the antecedents Reasons and Benefits of the change and their influences in the supporting behavior. Thus, Paper 2 presents the Learning Agility Scale and the analysis of validity indicators, using factorial analysis (AFE and AFC). The results indicated a factorial structure of 8 factors and reliability indexes higher than 0.80, but the re-specified model (χ2 (575) = 453,595, p <0.05, CMIN / DF = 5.96, NFI = 0.89 , TLI = 0.85, CFI = 0.91, GFI = 0.91, RMSEA = 0.93) points to a restructuring of the initial model. The Paper 3 presents the development of two scale: Perception of Reasons for Change - RMO and Perceived Benefits of Change - BMO. Analysis of the validity indices by means of exploratory factor analysis showed an explained variance of 48% for the RMO scale and 60% for the BMO. Paper 4 presents the regression development to verify if Learning Agility, the perceived reasons and benefits of change are predictors of behaviors in support of organizational change. The results showed a good predictive model, the variables explain 52% of the supporting behaviors. The study also showed differences in the prediction for the positions of managers and non-managers.
Descrição: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:PSTO - Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_KettyplynKamilaSanchesFranco.pdf1,34 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.