Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/24098
Título: O desenvolvimento de valores morais na socialização militar : entre a liberdade subjetiva e o controle institucional
Autor(es): Wortmeyer, Daniela Schmitz
Orientador(es): Branco, Angela Maria Cristina Uchôa de Abreu
Assunto: Valores sociais
Militarismo
Desenvolvimento moral
Psicologia cultural
Data de publicação: 11-Ago-2017
Data de defesa: 23-Mar-2017
Citação: WORTMEYER, Daniela Schmitz. O desenvolvimento de valores morais na socialização militar: entre a liberdade subjetiva e o controle institucional. 2017. xiii, 278 f., il. Tese (Doutorado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: A presente tese objetiva investigar o desenvolvimento de jovens ingressos em um curso de formação militar, identificando a emergência, continuidade, amplificação e transformação de campos afetivo-semióticos relacionados a valores morais em suas trajetórias de vida, com ênfase nos impactos dos processos de socialização militar sobre esse desenvolvimento. Adotamos a perspectiva da psicologia cultural semiótico-construtivista, enfocando os valores como campos de significação hipergeneralizados, que constituem disposições motivacionais enraizadas nos domínios afetivos dos indivíduos, orientando suas interpretações sobre o mundo e constituindo seus horizontes morais. Foi realizado um estudo longitudinal envolvendo o acompanhamento de oito cadetes da Academia Militar das Agulhas Negras, responsável pela formação dos oficiais combatentes de carreira do Exército Brasileiro, com a realização de entrevistas em profundidade ao longo de três anos. As informações de pesquisa foram complementadas pela realização de entrevistas com oficiais, observações participantes de atividades educacionais e consulta a documentos institucionais. A análise qualitativa de três trajetórias específicas permitiu identificar processos de desenvolvimento de campos afetivo-semióticos relacionados a valores morais, ao lado da constituição de posicionamentos semióticos e modos específicos de vinculação à instituição militar. Além disso, analisamos as práticas de canalização cultural adotadas na socialização militar visando promover a internalização de determinados valores, as quais atuam em diferentes níveis de regulação afetivo-semiótica dos sujeitos. Por fim, procuramos contribuir para a formulação de um modelo para o estudo da ontogênese de valores morais, considerando a progressiva generalização afetivo-semiótica das experiências vivenciadas pelos sujeitos em seus contextos socioculturais.
Abstract: The present dissertation aims at investigating youth´s development within a military institution, identifying the emergence, continuity, amplification and transformation of affective-semiotic fields related to moral values in their life trajectories, focusing on the impacts of the military socialization processes over their development. We adopted the semiotic-constructivist perspective of cultural psychology, which conceptualizes values as hypergeneralized meaning fields. Values constitute motivational dispositions deeply rooted in individuals’ affective domains that guide interpretations of the world and define their moral horizons. A longitudinal study was conducted with eight cadets of the Brazilian Army Military Academy, which graduates the Brazilian Army’s combatant commissioned officers, making use of indepth interviews along three years. Other research procedures such interviews with officers, participant observations of educational activities and analysis of institutional documents complemented the research information. The qualitative analysis of three specific trajectories allowed the identification of developmental processes of affective-semiotic fields related to moral values, besides the constitution of semiotic positions and specific ways of affective bonding to the military. Moreover, we analyzed the cultural canalization practices used along military socialization in order to promote the internalization of particular values, which operate at different levels of the individuals’ affective-semiotic regulation. Finally, we intended to contribute for the formulation of an ontogenetic model for moral values development, based on the progressive affective-semiotic generalization of the experiences lived-through by the subjects within their sociocultural contexts.
Descrição: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:PED - Doutorado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_DanielaSchmitzWortmeyer.pdf1,57 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.